LoL: Ranger anuncia que está free agent

Gabriel Reis
Ranger encerra o seu ciclo de dois anos na KaBuM (Foto: Bruno Alvares/Riot Games)
Ranger encerra o seu ciclo de dois anos na KaBuM (Foto: Bruno Alvares/Riot Games)

Se passado dois anos, o caçador Filipe “Ranger” não defenderá mais a KaBuM! e-Sports no League of Legends. O jogador, que no passado já defendeu outras equipes do cenário como Operation Kino e ProGaming, anunciou no início da madrugada desta segunda-feira (18) que está free agent e aberto para receber propostas, especialmente de equipes das ligas CBLoL, LCS (América do Norte) e LEC (Europa).

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio


A saída de Ranger da equipe tricampeã brasileira já tinha sido especulada pelos portais Baserush e ESPN Esports Brasil. Ambos apuraram que o jogador chegou a receber propostas de quatro equipes brasileiras, sendo elas Redemption, Uppercut, Falkol e Team oNe.

Ranger chegou na KaBuM! em novembro de 2017 e logo no ano seguinte se consagrou bicampeão brasileiro ao conquistar as duas etapas do CBLoL 2018 ao lado de Luccas “Zantins“, Matheus “dyNquedo“, Alexandre “TitaN” e Marcelo “Riyev“. Em sua passagem pelo Worlds, Ranger foi fortemente criticado pelo seu desempenho e se envolveu em uma polêmica após discutir com um fã no Twitter.

Do elenco que dominou o cenário, apenas Ranger e dyNquedo permaneceram com os Ninjas para o segundo split de 2019. A equipe se desempenhou como uma das melhores da etapa, mas tropeçou nas semifinais e acabou perdendo a chance de disputar mais um título.

Agora, com a saída de Ranger, dyNquedo é o único jogador da formação de 2018 que se mantém na equipe. O contrato do meio expira hoje, 18 de novembro, e não há informações com relação ao seu futuro.

A KaBuM! está disputando a Superliga ABCDE 2019, torneio de pré-temporada, com elenco Academy recém-anunciado pela organização. Além de dyNquedo, o atirador Igor “DudsTheBoy” e o suporte Denilson “Ceos” também permanecem na equipe. A diferença é que a dupla assinou contrato até 2021 e não devem deixar a org. por agora.

Leia também