Logística e jogo ‘em casa‘ fazem Cruzeiro preferir semifinal contra América

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - Garantido na segunda colocação nesta primeira fase do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro vai aproveitar a última rodada, em termos de tabela, apenas para descobrir quem será seu adversário na semifinal. Apesar do já conhecido discurso de que não se pode escolher o rival, os jogadores na Toca reconhecem que pegar o América-MG seria melhor que a URT. Logística e jogo em ‘casa‘ são as explicações.

‘Nesse momento precisamos pensar em logística. Enfrentar mais uma viagem para Patos de Minas [caso a semifinal seja contra a URT], por exemplo, seria um desgaste a mais. Jogar um clássico é bom também. Entramos agora numa semana importante, com a Copa do Brasil, jogos bons. Ficar em Belo Horizonte seria uma boa‘, comentou o lateral Bryan.

Além de economizar 400km até a região do Triângulo Mineiro, a outra vantagem de pegar o América seria o apoio do torcedor. Vale lembrar que a partida disputada na primeira fase foi realizada no Independência, com o mando de campo do Coelho, mas contou com a maioria do torcedor celeste.

‘A maior diferença de pegar o América é fazer um jogo dentro de casa e não ter nenhum problema com desgaste de viagem. Mas a dificuldade será a mesma, contra o Cruzeiro todas as equipes marcam muito‘, comentou o zagueiro Manoel.

A primeira semifinal do Mineiro será jogada no dia 16 de abril e a partida de volta, já confirmada para o Mineirão, será na semana seguinte, dia 23. Para garantir a terceira colocação, o América precisa vencer o Villa Nova em Belo Horizonte. Se não deixar o campo com o triunfo, a equipe terá que torcer para a URT tropeçar fora de casa diante do Tombense.