Loco perde pênalti e Bangu empata com o Boavista

Uruguaio volta a desperdiçar penalidade neste Carioca e os banguenses amargam o 0 a 0 em Moça Bonita, resultado péssimo para as duas equipes. 

Pouco mais de mil presentes (e 825 pagantes) acompanharam ontem à tarde em Moça Bonita o empate de 0 a 0 entre Bangu e Boavista. O jogo foi tecnicamente fraco. E desta vez ninguém pode reclamar da alta temperatura. O tempo nublado favorecia um bom futebol. O resultado fez justiça, pois se o
Bangu lamentou o pênalti desperdiçado por Loco Abreu logo no início
da partida (o segundo no Carioca, o outro foi contra o Vasco), o Boavista
perdeu um gol feito no início da etapa final, com Robert.

O resultado foi péssimo para os dois times. O Boavista marcou o seu primeiro ponto no Grupo B e acumula apenas cinco pontos na soma dos turnos (os dois times com mais pontos irão para as semifinais). O Bangu também conseguiu o seu primeiro ponto na Taça Rio (Grupo C) e tem seis pontos na soma, muito atrás dos ponteiros.

O Jogo


O jogo começou bem animado. Logo no primeiro lance, o Bangu avançou pela direita com Raphael Augusto e, após cruzamento, o zagueiro Julio Cesar escorregou e colocou a mão na bola. Pênalti para o Bangu. Loco Abreu cobrou em cima de Gabriel, que defendeu com o joelho. Foi o segundo pênalti perdido pelo uruguaio no Carioca (teve um contra o Vasco).Depois deste lance o jogo não engrenou, com os dois times não conseguindo boas jogadas ofensivas e raras chances.

Na etapa final, quase um repeteco. Logo no primeiro minuto, Robert recebeu livre, invadiu a área e teve tudo para abrir o placar para o Boavista. Mas Márcio fechou bem o ângulo e fez defesa milagrosa.E mais uma vez o jogo não engrenou, embora o Boavista mostrasse um pouco mais de qualidade após a entrada de Fellype Gabriel. No fim, Loco Abreu disse que o torcedor precisa ter paciência com o novo projeto do Bangu.

– O que aconteceu contra o Boavista faz parte do crescimento e não adianta querer pensar que o time ganhará muita coisa no Estadual. O Bangu de 1985 era grande, hoje estamos em formação, pensando no longo prazo.












E MAIS: