Ricardo Oliveira é sondado por grandes do país

Artilheiro tem contrato com o Peixe até 31 de dezembro (Guilherme Dionizio/Gazeta Press)

Sem acordo para renovar contrato com o Santos, Ricardo Oliveira tem despertado a atenção de clubes grandes do futebol brasileiro. Um dos interessados é o Internacional, que já havia feito proposta oficial ao artilheiro na metade do ano – Leandro Damião acabou sendo contratado por empréstimo pelo Colorado, na época, diante do “não” santista por Ricardo.

O Blog apurou que o staff de Ricardo Oliveira também foi sondado por um clube grande de São Paulo e outro do Rio de Janeiro. No contato, Augusto Castro, que representa o camisa 9, foi perguntado sobre as pretensões salariais do jogador para 2018.

Embora ninguém confirme, pode-se especular que os interessados sejam Corinthians, levando em consideração a possibilidade de Jô ser vendido para a Europa, e Flamengo, ameaçado de perder Guerrero por até dois anos por causa do doping – o peruano está suspenso preventivamente por 30 dias, após testar positivo pela presença de um metabólito da cocaína.

Apesar do currículo, o atacante de 37 anos tem um dos menores salários entre os centroavantes do futebol brasileiro, conforme ranking publicado pelo Blog na semana passada. Além de querer aumento para ficar na Vila Belmiro, Ricardo Oliveira sonha com um vínculo de pelo menos dois anos.

A oferta do atual presidente, Modesto Roma Júnior, é de manutenção do salário de R$ 300 mil até dezembro de 2018. Um dos grupos de oposição já acenou com um vínculo maior e a possibilidade de Ricardo Oliveira se tornar funcionário santista depois da aposentadoria – a eleição ocorre em 9 de dezembro.

Contratado em 2015, Ricardo Oliveira vive sua temporada com menos gols: 12 em 37 jogos. O camisa 9 havia anotado 22 na temporada passada e 37 na anterior. A queda nos números tem a ver com o excesso de problemas médicos: ele teve caxumba, corte na cabeça, contusão no pé, entre outras coisas, desde janeiro.

Para acessar outras notícias do Blog do Jorge Nicola, clique aqui: