Livre da desconfiança da torcida, Diego Souza assume a artilharia do Grêmio


Após passagens apagadas por São Paulo e Botafogo, Diego Souza, antes considerado uma peça importante até para a Seleção Brasileira de Tite, chegou ao Grêmio repleto de desconfiança da torcida, que não acreditava na recuperação do jogador.

Nem mesmo a brilhante temporada com a camisa Tricolor em 2007, quando ele ajudou o time a chegar a final da Libertadores da América, foi suficiente para dar um voto de confiança.

Logo em sua estreia, diante do Esportivo, Diego mostrou que poderia ser útil ao time e, mesmo saindo do banco de reservas, ajudou a equipe a vencer por goleada.

A resposta aos críticos veio no primeiro Gre-Nal do ano. Diante do Beira-Rio lotado, o meia-atacante subiu mais que a zaga adversária para testar e colocar o Grêmio na final do turno do Gauchão.

Outra mostra que Diego Souza vive um bom momento no Tricolor é a lista de artilheiros da equipe. Com cinco gols, ele aparece no topo e deixa até mesmo Everton Cebolinha, referência da Grêmio, para trás.

Resta saber, se após a volta do futebol por conta do coronavírus, Diego Souza vai manter o padrão decisivo e permanecer como o grande nome do time ao longo de 2020.









Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também