Livre! Dívida de Jon Jones com a Justiça chega ao fim

Jon Jones é ex-campeão do UFC - Diego Ribas

Impossibilitado de subir aos octógonos até julho de 2017 em virtude da suspensão pelo flagra no exame antidoping em julho de 2016, Jon Jones deu um grande passo na sua busca para retornar ao esporte. Isso porque a liberdade condicional do ex-campeão meio-pesado (93 kg), que foi sentenciado a 18 meses após se envolver em um acidente de carro em 2015, chegou ao fim nesta terça-feira (28).

Em notícia divulgada pelo site ‘TMZ’, a Procuradoria Geral do Condado de San Bernadillo, responsável pelo julgamento de ‘Bones’, oficializou que a sentença de 18 meses do americano chegou ao fim. Com isso, o lutador voltou a possuir a liberdade de ir e vir sem precisar prestar satisfações à Justiça a cada viagem.

Agora resta ao atleta aguardar até o próximo dia 6 de julho para voltar a ativa, já que essa é a data em que sua punição por testar positivo antes do UFC 200 chegará ao fim. O atleta foi punido por um ano pela USADA (Agência Antidoping dos Estados Unidos) em exame divulgado às vésperas de seu combate contra Daniel Cormier, atual campeão da  categoria.