Liverpool vira, mas não consegue ficar com o título da Premier League

LIVERPOOL, Inglaterra (Reuters) - O Liverpool virou o jogo para vencer o Wolverhampton por 3 x 1 neste domingo, mas não foi suficiente para conquistar o título da Premier League, que seria o segundo na era do campeonato, terminando em segundo lugar, um ponto atrás do Manchester City, que venceu o Aston Villa por 3 x 2.

O Wolverhampton abriu o placar de maneira surpreendente aos três minutos, quando o zagueiro Ibrahima Konaté errou o tempo de bola em um tiro de meta, permitindo que Raúl Jiménez surgisse nas costas da defesa e cruzasse para Pedro Neto marcar seu primeiro gol na temporada.

No entanto, o Liverpool empatou aos 24 minutos, com um passe de calcanhar de Thiago Alcântara para Sadio Mané, que chutou tão forte que o goleiro José Sá conseguiu colocar apenas uma das mãos na bola antes de ela entrar.

Lesionado, Sá foi substituído no intervalo por John Ruddy e pouco depois o Liverpool colocou Mohamed Salah em campo em busca do gol da vitória e desferiu chutes a gol, todos bloqueados pelos defensores do Wolverhampton.

Eles conseguiram a virada a sete minutos do fim, com Salah pegando a sobra dentro da área. O lateral Andy Robertson fechou o placar, completando um passe para trás de Roberto Firmino.

Ainda assim, uma virada do próprio City por 3 x 2 sobre o Aston Villa significa que eles mantiveram o título e o Liverpool terminou a temporada como vice-campeão com 92 pontos. O Wolverhampton terminou em 10º lugar, com 51 pontos.

(Reportagem de Christian Radnedge)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos