Liverpool vence Villarreal por 2 a 0 na ida das semis da Champions

LLUIS GENE

O Liverpool se colocou mais próximo da final da Liga dos Campeões da Europa ao derrotar nesta quarta-feira o Villarreal por 2 a 0, em Anfield, no jogo de ida das semifinais.

O time inglês decidiu a partida em apenas dois minutos no segundo tempo com um gol contra do lateral Pervis Estupiñán e um de Sadio Mané.

O Liverpool, que chegou ao confronto como favorito, controlou a partida desde o início diante de um Villareall que praticamente não deu trabalho para o goleiro Alisson.

Os 'Reds' rondavam o tempo todo a área do adversário, mas a boa organização defensiva dos espanhóis impedia a bola de chegar aos atacantes do time inglês.

Aos 26 da primeira etapa, Mohamed Salah tabelou com Mané e chutou colocado por cima. Cinco minutos depois, o senegalês recebeu na entrada da área e bateu para o gol, mas a bola desviou no zagueiro Raúl Albiol e passou perto da trave.

Depois do intervalo, o Liverpool aumentou a intensidade de seu jogo. Logo aos três minutos, o brasileiro Fabinho marcou depois de receber uma bola escorada dentro da área pelo zagueiro Van Djik, mas o gol foi anulado por impedimento do holandês.

Aos oito, os 'Reds' conseguiram abrir o placar com um gol contra de Estupiñan, que tentou cortar cruzamento de Jordan Henderson e acabou encobrindo o goleiro Gerónimo Rulli.

Apenas dois minutos depois, em mais uma jogada com Salah, Mané recebeu cara a cara e só tocou na saída de Rulli para fazer o segundo.

Aos 18, o Liverpool teve mais um gol anulado por impedimento, dessa vez de Andrew Robertson, que recebeu adiantado cruzamento de Alexander-Arnold antes de concluir.

Mesmo com a vantagem, o time inglês continuou encurralando o Villarreal no campo de defesa. Nos últimos dez minutos, o 'Submarino Amarelo' pouco fez além de se fechar para segurar a pressão até o apito final.

"Temos que encarar esta partida entendendo que é uma semifinal de Champions contra um grande rival e conseguimos um resultado muito positivo para o segundo jogo", disse Thiago Alcântara ao canal Movistar+ após a partida.

"Hoje foi tudo sobre tentar resistir defensivamente para ter chances no segundo jogo e fizemos isso. Na semana que vem será diferente", prometeu o técnico do Villarreal, Unai Emery.

"O melhor para o jogo de volta é esquecer que foi 2 a 0 na ida, pensar que estamos empatados em 0 a 0 e tentar ganhar", disse, por sua vez, o treinador do Liverpool, Jürgen Klopp.

- Ficha técnica de Liverpool 2 - 0 Villarreal

Estádio: Anfield Road (Liverpool)

Árbitro: Szymon Marciniak (POL)

Gols:

Liverpool: Estupiñán (contra), Mané

Cartões amarelos:

Liverpool: Van Dijk

Villarreal: Estupiñán, Lo Celso

Escalações:

Liverpool: Alisson - Trent Alexander-Arnold (Joe Gomez), Ibrahima Konaté, Virgil van Dijk, Andrew Robertson - Thiago Alcântara, Jordan Henderson (cap) (Naby Keita), Fabinho - Mohamed Salah, Sadio Mané (Diogo Jota), Luis Díaz (Divock Origi). Técnico: Jürgen Klopp.

Villarreal: Gerónimo Rulli - Juan Foyth, Raúl Albiol (cap), Pau Torres, Pervis Estupinán (Manuel Trigueros) - Daniel Parejo (Serge Aurier), Giovani Lo Celso, Etienne Capoue, Francis Coquelin (Alfonso Pedraza) - Samuel Chukwueze (Boulaye Dia), Arnaut Danjuma (Paco Alcácer). Técnico: Unai Emery.

gr/mcd/cb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos