Liverpool tem série de lesões como obstáculo em clássico contra Everton

Folhapress

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após completar um ano sem perder no Inglês ao vencer o Sheffield United por 2 a 0 na última quinta (2), o Liverpool chega para o clássico deste domingo (5) contra o Everton, em Anfield, pela terceira fase da Copa da Inglaterra, com muitos problemas.

O técnico Jürgen Klopp não poderá contar com os zagueiros Joel Matip, Dejan Lovren e Nathaniel Clyne, os meio-campistas Naby Keïta, Alex Oxlade-Chamberlain, Shaqiri e Fabinho e o atacante Rhian Brewster, todos machucados.

A lista de jogadores contundidos tem principalmente reservas, mesmo assim virou um motivo constante de reclamações de seu treinador. Klopp tem questionado o calendário local, com jogos em datas festivas, como o Boxing Day, no último dia 26, quando todas as equipes atuam pelo Inglês.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Em entrevista antes do confronto de domingo, o alemão voltou a criticar o que vê como excesso de jogos. "Temos que garantir que as melhores equipes vençam [campeonatos] e não aquelas que tiverem mais sorte com lesões", disse.

O Liverpool lidera a liga com 13 pontos de vantagem e uma partida a menos. Ainda assim, os desfalques contribuem para que Klopp não consiga poupar as principais estrelas de seu time, como os atacantes Sádio Mané e Mohamed Salah, aumentando o risco de perder também esses jogadores em algum momento.

Pela Copa, o Liverpool enfrentará seu rival local, que tem no comando o experiente Carlo Ancelotti, que já venceu a Copa da Inglaterra em 2010 com o Chelsea. O Everton está na 11ª colocação no Inglês.

"Existem várias biografias sobre ele. Você pode lê-las, mas nesse momento vai demorar muito para falar de todas as qualidades de Carlo Ancelotti. Ele é uma das pessoas mais inteligentes que já conheci", disse Klopp.

Leia também