Liverpool e Napoli empatam e tentam vaga nas oitavas na última rodada

AFP
Dejan Lovren marcou de cabeça o gol de empate do Liverpool contra o Napoli
Dejan Lovren marcou de cabeça o gol de empate do Liverpool contra o Napoli

O Liverpool e o Napoli empataram (1-1) nesta quarta-feira em Anfield, em partida do Grupo E da Liga dos Campeões, e com isso terão que esperar até a sexta e última rodada da primeira fase para buscar a vaga nas oitavas.

Com este empate, o Liverpool segue como líder da chave, com dez pontos, um a mais que o Napoli, e três a mais que o Salzburg austríaco, que vence também nesta quarta o Genk belga por 4 a 1 fora de casa.

Os três primeiros times da chave vão se enfrentar na última rodada pelas duas vagas do grupo nas oitavas de final, nos duelos Salzburg-Liverpool e Napoli-Genk.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Uma derrota dos ingleses e uma vitória da equipe italiana deixaria o time do técnico Jurgen Klopp, último vencedor da Liga dos Campeões, eliminado na primeira fase.

"Nosso caminho sempre foi o mais duro. Temos que ir a Salzburgo e se tivéssemos nos classificado hoje também viajaríamos para vencer na Áustria. Faremos o mesmo agora", disse o treinador do Liverpool.

O Napoli abriu o placar com um gol do belga Dries Martens (21), mas o Liverpool conseguiu o empate no segundo tempo por meio do croata Dejan Lovren (65), que desviou um escanteio de cabeça após um escanteio.

- Lesão de Fabinho -

A partida havia começado mal para os Reds, que perderam logo aos 19 minutos seu criador de jogadas Fabinho, com problemas em um joelho e que deixou o campo mancando.

Dois minutos depois, quando Virgil van Dijk se recuperava no círculo central de um choque com Dries Mertens, o belga aproveitou um erro de Lovren, que não acompanhou sua equipe em uma ação para deixar o adversário impedido e nem cobriu a ausência de seu companheiro holandês no miolo da zaga, e colocou sua equipe em vantagem, enganando Alisson com habilidade.

No primeiro tempo, o Napoli havia conseguido conter com organização as investidas do Liverpool, muito superior mas sem acertos nas finalizações, para o desespero de seu técnico Jurgen Klopp, que recebeu um cartão amarelo por protestar.

No segundo tempo manteve a mesma tônica e só uma jogada de bola parada salvou o time inglês.

"Não é fácil conseguir um empate em Anfield. Jogamos sob pressão e tivemos que nos defender, mas não há outra maneira de sair vivo do campo do Liverpool", disse o técnico do Napoli, Carlo Ancelotti.

Leia também