Linense recebe o Botafogo de olho na liderança do grupo no Paulistão

O Linense vem de três vitórias seguidas no Campeonato Paulista, e encara o Botafogo-SP, dentro de casa, nesta sexta-feira, às 21h05 (de Brasília), buscando mais um triunfo, na luta pela liderança do grupo B da competição.

Com 13 pontos, a equipe comandada por Márcio Fernandes vem embalada, e com a sequência de triunfos passou a ameaçar o São Paulo na ponta da chave. O Tricolor tem 14 pontos. Assim, se o clube de Lins vencer, somado a um tropeço do time do Morumbi, o Elefante assume a primeira posição.

O time de Ribeirão Preto, por sua vez, também sonha com a classificação à próxima fase, ainda que a liderança seja mais difícil. A equipe de Moacir Júnior está em segundo lugar do grupo A, com 11 pontos, dois à frente de São Bernardo e Ituano, concorrentes pela vaga. O Corinthians lidera de forma isolada, com 19.

Para a partida, o Botafogo-SP terá apenas um desfalque. O atacante Wesley não se recuperou de lesão muscular e ficará fora do duelo em Lins. A preocupação é com o número de pendurados. São, ao todo, cinco atletas com dois cartões amarelos, podendo ser desfalques em caso de nova advertência.

Red Bull tenta a segunda vitória seguida

No outro duelo desta sexta-feira, que acontece às 19 horas (de Brasília), o Red Bull Brasil busca a segunda vitória seguida no Paulistão, recebendo o São Bernardo, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

A equipe comandada por Alberto Valentim respirou com o triunfo sobre o Audax, por 2 a 1, no último fim de semana, deixando a zona de rebaixamento da competição. Agora, com oito pontos, o clube espera uma sequência de bons resultados para ainda sonhar com vaga nas quartas. São cinco pontos de desvantagem para o Linense.

Pelo lado do time do ABC, a missão é recuperar-se da goleada sofrida para o Santos, por 4 a 1, dentro de casa. Com nove pontos, o Bernô ainda tem chances de passar de fase, e para isso vencer o Red Bull é importante.

“Todos os grupos são difíceis. Tivemos um início difícil, mas precisamos depender de nós. Independentemente da dificuldade, temos de lutar até o último jogo pelo objetivo de superar a meta da temporada passada. Temos de buscar pontos e não podemos dar brechas”, analisou o técnico português Sérgio Vieira.