Lima vai receber a final da Copa Libertadores no lugar de Santiago

AFP
A Conmebol, com sede em Luque, no Paraguai, decidiu alterar a sede da final da Copa Libertadores de Santiago para Lima por questões de segurança
A Conmebol, com sede em Luque, no Paraguai, decidiu alterar a sede da final da Copa Libertadores de Santiago para Lima por questões de segurança

Lima vai receber a final em jogo único da Copa Libertadores da América 2019 entre River Plate e Flamengo no lugar de Santiago, anunciou nesta terça-feira a Conmebol, no momento em que continua a crise social no Chile que deixou até agora 20 mortos.

"Novas circunstâncias de força maior e ordem pública, analisadas e avaliadas com prudência, considerando a segurança dos jogadores, do público e das delegações, motivaram a decisão de levar a final da Copa Conmebol Libertadores 2019 a Lima, Peru, e manter a data de 23 de novembro", destacou a entidade que rege o futebol sul-americano em um comunicado.

"A escolha do novo cenário se baseia na oferta do governo do Peru e nas garantias de segurança que foram dadas", acrescentou a entidade.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A partida será disputada no estádio Monumental, do clube Universitário, com capacidade para 80.000 pessoas, informou a Conmebol na noite desta terça-feira.

"A Final Única da #Libertadores será no Estádio Monumental de @Lima2019 em 23 de novembro (sábado) às 15H00 horas" (17H00 Brasília), tuitou a Conmebol.

A decisão da Conmebol, em conjunto com os presidentes dos clubes finalistas e das associações de Argentina, Brasil e Chile, foi tomada como consequência da inusitada crise social enfrentada pelo governo do presidente Sebastián Piñera há duas semanas.

Agustín Lozano, presidente da Federação Peruana disse que a "Conmebol nos deu o sinal verde e vamos responder com nosso melhor trabalho organizacional".

"Considero que vamos chegar bem (para o sábado 23 de novembro). O Peru tem muita capacidade hoteleira. Temos uma equipe técnica muito capacitada. Organizamos mundiais, Copa América (2004). O estádio Monumental reúne todas as condições para receber esta final", afirmou, sem que isso signifique a confirmação do local.

É a segunda vez consecutiva que a Conmebol precisou mudar o cenário de uma final da Libertadores, após a decisão desta terça em Assunção.

Em 2018, a final foi transferida para Madri devido a incidentes sérios que foram registrados no dia 24 de novembro perto do estádio Monumental do River em Buenos Aires para o jogo de volta, após um empate em 2 a 2 na Bombonera com seu arqui-rival Boca. O River derrotou o Boca por 3 a 1 no estádio Santiago Bernabéu e conquistou seu quarto título da Libertadores.

Leia também