Lima mostra credenciais e promete 'disputa sadia' no Fluminense

Lima jogou nas duas partidas do Fluminense na temporada 2023 (Foto: Marcelo Gonçalves / Fluminense)


Uma das sete contratações do Fluminense, o meio-campista Lima, junto com Keno, foi o único reforço a jogar nas duas partidas do clube até aqui na temporada. E na última terça-feira, na vitória sobre o Nova Iguaçu pelo Campeonato Carioca, o camisa 45 mostrou que pode dar dor de cabeça, no bom sentido do termo, ao técnico Fernando Diniz ao longo de 2023.

Autor do golaço que garantiu o triunfo no Maracanã, Lima atuou como segundo volante, ao lado do experiente Felipe Melo, e teve destaque entre os reservas. Polivalente, como o próprio jogador gosta de se definir, o atleta também pode jogar mais avançado, como entrou no decorrer do duelo contra o Resende.

+ Veja a tabela e os jogos do Campeonato Carioca 2023


- Não tem time titular. Todos são grandes jogadores, a gente tem um elenco muito forte. Deixa a dor de cabeça para ele (Diniz), é uma disputa sadia - declarou Lima após a partida.

+ Confira as movimentações do Fluminense no mercado da bola no Vaivém do L!

E como o próprio Lima reconheceu, Diniz ganhou uma alternativa para o time titular. Se ao menos a função de "camisa 10" está bem servida com Paulo Henrique Ganso, a posição de segundo volante pode ser uma esperança para o ex-jogador do Ceará.

Atualmente, Fernando Diniz tem André, Martinelli e Yago como volantes da equipe, com os dois últimos jogando mais adiantados, onde Lima atuou contra os iguaçuanos. Martinelli e Yago, inclusive, não são unanimidades entre os torcedores e já viveram momentos de altos e baixos com a camisa tricolor.

+ ATUAÇÕES: Lima se destaca em vitória do Fluminense sobre o Nova Iguaçu; veja as notas

Como revelou também em sua apresentação, Lima está disposto a ajudar e promete ser dor de cabeça para Fernando Diniz. Agora cabe ao treinador lidar com a situação.