Liga Tênis 10 completa cinco anos com 27 torneios realizados no Brasil

LANCE!
·2 minuto de leitura


Com ideias de fomento ao esporte, empreendedorismo, democratização do acesso ao tênis no país, capacitação de treinadores e workshops, a Liga Tênis 10 surgiu. Neste ano de 2020, o movimento pioneiro em torneios especializados para crianças completa 5 anos de existência.

Ao longo desse período, a Liga cresceu, incentivou a prática do esporte, deu espaço para novos treinadores e chegou a 27 torneios realizados entre cidades brasileiras como Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e países europeus como Áustria e Eslovênia.

Em 2019, Judy Murray, mãe e primeira treinadora do tenista Andy Murray, marcou presença inédita no Brasil para dar palestra no Workshop da Liga Tênis 10 e dividir com o público, treinadores e amantes do esporte, todo seu conhecimento e trajetória no tênis.

Bruna Assemany, criadora do movimento, acredita que o fomento a prática do esporte inicia-se desde cedo, apresentando o tênis as crianças e dando espaço para aqueles que ainda não conhecem a atividade. Pensando nisso, a empreendedora começou a reservar 10% das vagas nos torneios da Liga a alunos de projetos sociais, os quais ficam isentos da taxa de inscrição.

– Apostamos nessa medida como uma forma de tornar o tênis mais inclusivo. Fazer com que a atividade e os nossos torneios sejam mais acessíveis é uma forma de contribuir com a sociedade através do esporte. Acredito que, com essas oportunidades, podemos incentivar e ajudar no surgimento de uma nova geração de tenistas – destacou Bruna.

No mês de setembro, a Liga Tênis 10 realizou no clube Monte Líbano, na Zona Sul do Rio de Janeiro, uma competição durante três finais de semana e teve 75 inscritos no torneio. O campeonato amador, destinado a meninos e meninas entre 5 a 12 anos, contou com a presença dos pais e treinadores dos participantes.

Por conta da pandemia do coronavírus ainda não estar estabilizada no país, esportes ao ar livre e sem contato – como o tênis – são mais recomendados por terem baixo risco de contágio. A Associação Médica do Texas, nos Estados Unidos, classificou o tênis como uma das atividades mais seguras no momento, na frente do futebol e do basquete.

– Nós buscamos respeitar todos os protocolos de saúde. Quando as pessoas entravam no clube, os funcionários aferiam a temperatura e, quando pais e crianças chegavam na área destinada ao torneio, todos os competidores ganharam uma máscara. No espaço também tivemos recipientes com álcool em gel. Pedimos sempre que os pais levassem o menor número de acompanhantes para evitar aglomerações. Foi muito importante seguirmos as regras de ouro para evitar a propagação do coronavírus – comentou Bruna.

Depois do sucesso da última edição do torneio, a Liga Tênis 10 vai realizar uma competição somente para meninas, nos dias 6 e 7 de dezembro, no Leme Tênis Clube. O evento terá como proposta o incentivo ao tênis feminino no país. As inscrições serão abertas pelo site: https://www.ligatenis10.com.br/