Liga Portuguesa quer que clubes garantam higienização nos estádios após retorno das competições


Neste final de semana, a Liga Portuguesa de Futebol (LPFP) anunciou que quer que os clubes garantam a higienização dos estádios após as principais ligas do país retomarem as as suas atividades. Além disso, a entidade afirmou que deseja que a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) seja diretamente responsável pelos testes de coronavírus nos times e arbitragem antes das partidas.

De acordo com o jornal português 'Record', a agência Lusa teve acesso as informações sobre o possível retorno do futebol no país. Conforme comunicado pela Liga, a volta depende das orientações das entidades oficiais e só acontecerá mediante a um conjunto de regras que todos os clubes devem cumprir. Essas regras são ligadas à higienização de todos os estádios e desinfetantes disponíveis nos vestiários.

Neste sentido, segundo a entidade cabe a Federação Portuguesa de Futebol (FPF), realizar testes de coronavírus em jogadores e árbitros. Outra regra destacada é a verificação do gramado pela equipe de arbitragem sob orientação do delegado da liga, sempre mantendo a distância social recomendada pelos órgãos de saúde.

Para a segurança de todos, os delegados da Liga devem chegar ao estádio três horas antes da partida, sempre portando máscaras e sendo responsáveis por verificar se todas as regras foram seguidas, sobretudo a higienização dos estádios e da bola de jogo. O acesso ao vestiários e as zonas técnicas só será permitido para poucas pessoas buscando evitar qualquer risco.

Sobre a segurança dos jogos, os responsáveis circularam nas áreas técnicas dos estádio em quantidade reduzida, mantendo o distanciamento social e portando máscaras. Durante as partidas, as tribunas presidenciais deverão ter no máximo cinco pessoas









Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também