Liga espanhola apresenta acusações sobre ataques a Vinicius Jr. e medidas para "erradicar" racismo

Vinicius Jr. em jogo do Real Madrid contra Valladolid

(Reuters) - A liga espanhola de futebol, LaLiga, disse nesta terça-feira que apresentou acusações sobre os ataques racistas sofridos pelo jogador brasileiro do Real Madrid Vinicius Jr. aos "órgãos judiciais, administrativos e esportivos relevantes", acrescentando que intensificará os esforços para identificar esse tipo de abuso no futuro.

Vinicius foi alvo de ataques no estádio José Zorrilla, em Valladolid, ao passar por torcedores após ser substituído na vitória do Real Madrid por 2 x 0 sobre o Valladolid na semana passada.

Após vídeos nas redes sociais mostrarem torcedores xingando e jogando objetos contra ele, Vinícius acusou a LaLiga de continuar a não fazer nada contra torcedores racistas nas partidas.

"Uma acusação criminal por crimes de ódio foi apresentada aos tribunais de magistrados de Valladolid, apoiada por evidências audiovisuais reunidas na investigação realizada por meio de imagens e clipes de áudio publicados em fontes abertas", disse a LaLiga em um comunicado.

No comunicado, a liga também disse que aumentará os esforços para "erradicar qualquer tipo de violência, racismo ou xenofobia dentro e fora dos estádios".

"O número de autoridades de integridade da LaLiga presentes em partidas com risco de insultos racistas será aumentado, a fim de maximizar a detecção e identificação desse tipo de comportamento, que não tem lugar no esporte", disse a LaLiga.

(Reportagem de Aadi Nair em Bengaluru)