Liga dos Campeões entra na fase da eliminação direta

·3 minuto de leitura
Jogadores do PSG treinam no Camp Nou na véspera do primeiro jogo com o Barcelona, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões

A Liga dos Campeões entra na fase de mata-mata a partir desta terça-feira, com o início das oitavas de final, ainda sob a sombra da pandemia de covid-19.

- Até seis mudanças -

Como nas partidas entre seleções e da Liga Europa, as equipes participantes da Liga dos Campeões têm direito a cinco substituições cada durante o tempo regulamentar, em vez das três habituais, para limitar o impacto nos jogadores do calendário apertado por conta dos muitos jogos em pouco tempo devido à crise de saúde.

A partir dos confrontos de volta das oitavas, uma sexta substituição será possível em caso de prorrogação.

Por outro lado, o regulamento da Liga dos Campeões publicado pela Uefa no início da temporada não prevê substituição suplementar em caso de suspeita de concussão, apenas permitida desde dezembro pela Direção Internacional (Ifab) e testada no recente no Mundial de Clubes no Catar.

Se um jogador levar uma pancada na cabeça, deve ser avaliado pelo médico de seu time, que pode decidir se o substitui ou não.

- Gol na casa do adversário -

Os clubes se enfrentarão até as semifinais em confronto duplo de ida e volta e se a diferença de gols for idêntica nas duas partidas, se classifica aquele que mais gols marcar no campo adversário. Se o número de gols marcados fora de casa for igual, haverá uma prorrogação, possivelmente seguida por pênaltis.

A final está marcada para um único jogo em Istambul, em 29 de maio de 2021. A Uefa não contempla no momento a realização de duelos das quartas e semifinais numa sede fixa, como ocorreu em agosto de 2020 em Lisboa, e espera manter seu formato normal.

- Sorteio das quartas -

O sorteio dos encontros das quartas de final será no dia 19 de março (08h00 de Brasília), na sede da Uefa, em Nyon, Suíça, dois dias após a última partida das oitavas de final.

As quartas de final serão disputadas de 6 a 14 de abril, as semifinais de 27 de abril a 5 de maio e a final em Istambul em 29 de maio.

- Decisões administrativas -

A pandemia do coronavírus criou dois novos riscos de derrota por ausência, cada uma com um placar de 3 a 0. Será esse o caso se uma equipe não puder relacionar "pelo menos treze jogadores", incluindo um goleiro, caso grande parte de seu elenco esteja doente ou em quarentena, ou se não for possível reagendar o jogo dentro dos prazos fixados pela Uefa.

A mesma sanção será aplicada a um clube considerado "responsável pela não realização de um jogo", devido às restrições impostas pelas autoridades nacionais, por exemplo o fechamento da fronteira ou medidas de quarentena: será então necessário encontrar um estádio em local neutro para organizar a partida.

Já foram transferidos três jogos das oitavas de final, com a cidade húngara Budapeste recebendo Leipzig e Liverpool e depois Borussia Mönchengladbach e Manchester City, enquanto o confronto entre Atlético Madrid e Chelsea será disputado em Bucareste, na Romênia.

- Árbitro de vídeo -

A utilização do árbitro de vídeo (VAR), introduzida na temporada 2019-2020, permanecerá durante toda a competição.

cfe/jed/psr/iga/lca