Libertadores: Flamengo cumpre protocolos sanitários e não constata efeitos colaterais pós-vacinação

·1 min de leitura


Daqui a três semanas, o Flamengo embarcará para o Uruguai, mais precisamente rumo a Montevidéu, para a disputa da final da Libertadores, a ser realizada no dia 27 de novembro, contra o Palmeiras. E o clube já está com os seus jogadores preparados quanto aos protocolos sanitários.

Isso porque, todos os atletas do clube já estão com mais de 15 dias desde a aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19, o que é uma exigência para a entrada no Uruguai. A informação inicial é do site "ge".

> Conmebol trabalha para enviar nova carga de ingressos ao Flamengo

Através do cardiologista Fernando Bassan e do fisiologista Pedro Menezes, com
exame de troponina para checagem de lesões cardíacas, o Flamengo monitorou o cronograma de cada jogador, de acordo com as respectivas idades, e não constatou efeitos colaterais preocupantes - apenas as naturais dores no braço.

> Veja e simule a tabela do Brasileirão

O Rubro-Negro seguirá para a capital uruguaia no dia 24. Antes, ainda terá seis compromissos pelo Brasileiro, sendo o próximo já nesta sexta-feira, contra o Atlético-GO, pela 4ª rodada (atrasada), no Maracanã, às 21h30.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos