Libertadores: Flamengo completa campanha invicta com título pela primeira vez em 10 anos; relembre

Rubro-Negro conquistou sua terceira Libertadores (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)


O Flamengo venceu o Athletico Paranaense por 1 a 0, neste sábado, e conquistou o título da Libertadores. Com campanha praticamente perfeita, o Rubro-Negro se tornou o sétimo time a se tornar campeão da América de maneira invicta. Um deles repetiu a façanha duas vezes: o Estudiantes de La Plata, da Argentina.

Ao lado de Corinthians , de 2012, e Santos, de 1963, a equipe de Dorival Júnior entra em um hall bastante seleto da Libertadores. Com campanha de 12 vitórias e apenas um empate, diante do Talleres, na Argentina, o Flamengo também emplacou o melhor aproveitamento da história da competição: 94%.

+ Título inédito de Dorival Júnior! Veja os técnicos mais vezes campeões da Libertadores

Assim como os brasileiros, outras quatro equipes conquistaram a Libertadores de maneira invicta. Curiosamente, o restante do grupo é formato por argentinos, com exceção do Peñarol, primeiro campeão do torneio. Estudiantes, Independiente e Boca Juniors completam a lista.

VEJA A LISTA COMPLETA

Penãrol (1960) - 3 vitórias e 4 empates (7 jogos)
Santos (1963) - 3 vitórias e 1 empate (4 jogos)
Independiente (1964) - 6 vitórias e 2 empates (8 jogos)
Estudiantes (1969 e 1970) - 3 vitórias e 1 empate; 4 vitórias (4 jogos)
Boca Juniors (1978) - 4 vitórias e 2 empates (6 jogos)
Corinthians (2012) - 8 vitórias e 6 empates (14 jogos)
Flamengo (2022) - 12 vitórias e 1 empate (13 jogos)

Além da campanha invicta, o título também serviu para que o Flamengo empatasse em número de taças com Santos, Palmeiras, Grêmio e São Paulo. Neste seleto grupo, o Rubro-Negro se tornou um dos maiores campeões brasileiros da Libertadores.

+ Flamengo conquista a Libertadores e garante valores históricos em premiação na temporada

Cruzeiro e Internacional possuem dois títulos, enquanto Vasco da Gama, Corinthians e Atlético-MG tem um caneco cada. Dos times considerados grandes, apenas Fluminense, Botafogo, Athletico Paranaense e Bahia não conquistaram a América.