LG: com fechamento de divisão de smartphones, como ficam atualizações?

Redação Finanças
·2 minuto de leitura
BRAZIL - 2021/03/24: In this photo illustration a LG logo seen displayed on a smartphone. (Photo Illustration by Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
LG confirmou nesta segunda-feira (5) que sairá do mercado de smartphones (foto-ilustração por Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
  • LG confirmou sua saída do mercado mundial de smartphones

  • Companhia disse que disponibilizará atualizações e suporte em "tempo variável por região"

  • No Brasil, no entanto, esse período ainda não ficou claro

Conforme o esperado, a LG anunciou nesta segunda-feira (5) a saída mundial do mercado de smartphones nesta segunda-feira (5) após cinco anos de prejuízos. E quem tem um aparelho da marca deve estar se perguntando se vai continuar a ter o suporte técnico aqui no Brasil e se terá acesso a atualizações.

Leia também:

Apesar de dizer em nota que “continuará entregando suporte e atualizações de software para aparelhos comercializados, por um tempo variável por região”, não há um período estipulado ainda a ser cumprido no país. As informações são do Olhar Digital.

A companhia deve manter o cronograma de atualização dos celulares para para o Android 11 anunciado em março, e deu a entender que alguns smartphones devem ser atualizados para o Android 12. Tudo isso, desde que não haja “grandes problemas”, de acordo com o Gizchina. 

Top de linha

Segundo anúncios já feitos pela LG, alguns aparelhos da linha Velvet, Wing e G8S serão atualizados na Alemanha, depois de atualizações na Coreia do Sul e nos Estados Unidos. Os Aparelhos listados são os top de linha da empresa.

Atualização do LG Velvet 5G para o Android 11 aconteceu em janeiro na Coreia do Sul
Atualização do LG Velvet 5G para o Android 11 aconteceu em janeiro na Coreia do Sul

É importante lembrar que uma atualização da Alemanha pode não acontecer no Brasil, já que os modelos podem ter diferença no sistema de comunicação com as redes de telefonia. Então tudo é apenas especulação, por enquanto.

Na lista alemã, os aparelhos que estão na lista são os modelos lançados recentemente e mais caros, com apenas o G8S sendo de 2019. A dúvida que fica aos usuários é se essas atualizações também chegarão aos aparelhos de entrada, intermediários e até aos mais antigos.