Lewis Hamilton vence GP da Inglaterra no fim e chega a 99 triunfos na carreira

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·5 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Lewis Hamilton (Mercedes) venceu pela oitava vez o Grande Prêmio da Inglaterra, o 99º de sua carreira na Fórmula 1, neste domingo em Silverstone, depois de uma corrida alucinante marcada por um acidente na primeira volta com Max Verstappen (Red Bull), que teve que abandonar.

Hamilton recebeu uma penalidade de 10 segundos pelo acidente com Verstappen, que saiu a pé do carro. Apesar da sanção, Hamilton conseguiu alcançar e ultrapassar o monegasco Charles Leclerc (Ferrari) a duas voltas do fim para a alegria dos 140.000 espectadores presentes.

"É um sonho para mim hoje", saboreou o vencedor, que se dirigiu ao " melhor dos públicos", antes de ser parabenizado pessoalmente pelo ator Tom Cruise.

O heptacampeão continua em segundo lugar no mundial de pilotos, atrás do holandês da Red Bull.

Mas agora Hamilton está tem apenas oito pontos a menso sendo que essa diferença era de 33 antes desta 10ª corrida do campeonato que tem 23.

Desde 8 de maio na Espanha que Hamilton não subia ao topo do pódio.

De lá para cá, Verstappen havia vencido quatro GPs em cinco.

O holandês "foi transferido para um hospital local para testes suplementares de precaução" após um primeiro exame feito "pelos médicos do circuito de Silverstone", anunciou a Red Bull.

O piloto conseguiu sair rapidamente do carro, mas ficou visivelmente atordoado após o violento acidente na primeira volta. Os dois candidatos ao título mundial estiveram lado a lado em cada curva após uma largada frenética. Mas os dois carros colidiram na tentativa de ultrapassar Hamilton, que conseguiu continuar na corrida.

Atrás de Leclerc, que alcançou o seu primeiro pódio nesta temporada, Valtteri Bottas (Mercedes) terminou na terceira posição.

O espanhol da Ferrari, Carlos Sainz, foi o sexto, uma posição à frente do compatriota Fernando Alonso (Alpino). O mexicano Sergio Pérez (Red Bull) foi 16º.

- Verstappen "agressivo"; Hamilton "antidesportivo" -

Estou feliz por estar bem. Muito decepcionado por ter terminado assim (na primeira volta). A penalidade (dez segundos para Hamilton) não nos ajuda e não reflete a manobra perigosa que Lewis realizou na pista. Assistir essas comemorações enquanto o piloto (rival) ainda está no hospital revelam um comportamento desrespeitoso e antidesportivo", disse o holandês no Twitter.

Em entrevista coletiva após a 99ª vitória de sua carreira, a 8ª em casa, Hamilton disse que "não tinha motivos para se desculpar" e que Verstappen "não lhe deu espaço".

"Max é um dos pilotos mais agressivos", disse por sua vez, Hamilton.

A direção da corrida, no entanto, julgou que o britânico havia sido "o principal culpado" pela colisão e o penalizou durante a corrida.

Depois de uma largada alucinante, os dois rivais ficaram lado a lado em cada curva. Mas na curva "Copse", a nona do circuito, durante uma manobra de ultrapassagem de Hamilton, os dois colidiram.

O piloto da Red Bull acabou nas barreiras de segurança. Ele saiu rapidamente do carro, visivelmente em estado de choque, e deixou a pista em uma ambulância, após cumprimentar o público britânico.

Seu carro ficou bastante danificado, o que mostrou a violência do choque e foi retirado da pista.

Após um primeiro check-up médico no circuito, Verstappen, de 23 anos, foi levado ao hospital por precaução, antes de anunciar que não havia sofrido nenhuma fratura.

- 356.000 espectadores em três dias -

A Fórmula 1 testou um novo formato em Silverstone neste fim de semana, com uma inédita corrida 'sprint' de 100 quilômetros de classificação no sábado para determinar o grid de largada do Grande Prêmio, e com as classificações clássicas antecipadas para sexta-feira.

Um total de 356.000 espectadores assistiram a este grande evento de automobilismo no lendário circuito inglês.

O sprint, vencido por Verstappen no sábado, será testado novamente na Itália em setembro e depois em outro GP a ser determinado.

Hamilton, que recentemente assinou um novo contrato com a Mercedes até 2023, igualou seu próprio recorde de vitórias no mesmo circuito. Assim como Michael Schumacher em Magny-Cours (França), 'Sir Lewis' já havia vencido oito vezes em Hungaroring, ao norte de Budapeste.

E o próximo Grande Prêmio será realizado na Hungria no dia 1º de agosto.

--- Classificação do GP da Inglaterra de Fórmula 1:

1.Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) 306,198 km em 1h 58:23.283

2.Charles Leclerc (MON/Ferrari) a 3.871

3.Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) a 11.125

4.Lando Norris (GBR/McLaren-Mercedes) a 28.573

5.Daniel Ricciardo (AUS/McLaren-Mercedes) a 42.624

6.Carlos Sainz Jr (ESP/Ferrari) a 43.454

7.Fernando Alonso (ESP/Alpine-Renault) a 1:12.093

8.Lance Stroll (CAN/Aston Martin-Mercedes) a 1:14.289

9.Esteban Ocon (FRA/Alpine-Renault) a 1:16.162

10.Yuki Tsunoda (JPN/AlphaTauri-Honda) a 1:22.065

11.Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri-Honda) a 1:25.327

12.George Russell (GBR/Williams-Mercedes) a 1 volta

13.Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo-Ferrari) a 1 volta

14.Nicholas Latifi (CAN/Williams-Mercedes) a 1 volta

15.Kimi Räikkönen (FIN/Alfa Romeo-Ferrari) a 1 volta

16.Sergio Pérez (MEX/Red Bull-Honda) a 1 volta

17.Nikita Mazepin (RUS/Haas-Ferrari) a 1 volta

18.Mick Schumacher (ALE/Haas-Ferrari) a 1 volta

Melhor volta da corrida: Sergio Pérez (MEX/Red Bull-Honda) 1:28.617 na 50ª volta (média: 239,318 km/h)

Abandonos:

Max Verstappen (HOL/Red Bull-Honda): acidente na 1ª volta

Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin-Mercedes): problema mecânico na 41ª volta

--- Mundial de pilotos:

1. Max Verstappen (HOL) 185 pts

2. Lewis Hamilton (GBR) 177

3. Lando Norris (GBR) 113

4. Valtteri Bottas (FIN) 108

5. Sergio Pérez (MEX) 104

6. Charles Leclerc (MON) 80

7. Carlos Sainz Jr (ESP) 68

8. Daniel Ricciardo (AUS) 50

9. Pierre Gasly (FRA) 39

10. Sebastian Vettel (ALE) 30

11. Fernando Alonso (ESP) 26

12. Lance Stroll (CAN) 18

13. Esteban Ocon (FRA) 14

14. Yuki Tsunoda (JPN) 10

15. Kimi Räikkönen (FIN) 1

16. Antonio Giovinazzi (ITA) 1

17. George Russell (GBR) 0

18. Mick Schumacher (ALE) 0

19. Nicholas Latifi (CAN) 0

20. Nikita Mazepin (RUS) 0

--- Mundial de construtores:

1. Red Bull-Honda 289 pts

2. Mercedes 285

3. McLaren-Mercedes 163

4. Ferrari 148

5. AlphaTauri-Honda 49

6. Aston Martin-Mercedes 48

7. Alpine-Renault 40

8. Alfa Romeo Racing-Ferrari 2

9. Williams 0

10. Haas-Ferrari 0

./bds/jf/ole/jf/gh/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos