Lewa, Messi e Cristiano... Veja os números dos melhores do mundo

LANCE!
·2 minuto de leitura


Lewandowski é como um intruso dentro de uma disputa que parece desigual na corrida pelo prêmio The Best da Fifa, dado ao melhor jogador da temporada. O atacante polonês do Bayern de Munique concorre ao lado de Messi e Cristiano Ronaldo, que duelam há 13 anos e só perderam em duas ocasiões: em 2007, para Kaká, e em 2018, para Luka Modric.

Apesar de ser um debutante no top 3, o camisa nove fez uma temporada em 2019/2020 para ninguém botar defeito. Além de ter conquistado o título do Campeonato Alemão, da Copa da Alemanha e da Liga dos Campeões, Lewa foi artilheiro da Bundesliga com 34 gols, da DFB-Pokal com seis tentos e balançou a rede na Champions League em 15 oportunidades. Um total de 55 gols em apenas uma temporada.

Lionel Messi, considerado por muitos o melhor jogador do século XXI, não teve os melhores números de sua carreira e sua aparição no The Best foi contestada por torcedores e jornalistas. O argentino passou a temporada em branco, sem títulos, pela primeira vez desde 2007/2008, mas ainda assim conseguiu grandes números, além de quebrar o recorde de assistências em um Campeonato Espanhol. O camisa 10 terminou a temporada com 25 gols e 22 assistências (o recorde anterior era de Xavi com 20 passes decisivos em 2008/2009).

O nome de Cristiano Ronaldo também foi contestado entre os três primeiros, apesar do grande número de gols na temporada, uma marca do veterano. O português conseguiu ajudar a Juventus a ganhar apenas o título do Campeonato Italiano, torneio em que marcou 31 gols. Somando todas as competições disputadas, o camisa sete anotou 37 tentos.

Nesta quinta-feira o mundo irá conhecer quem foi o melhor jogador da última temporada, uma das escolhas mais complicadas de ser feita por conta de um ano comprometido pela pandemia da Covid-19. Messi e Cristiano Ronaldo estão acostumados com essa disputa e pretendem encher ainda mais suas salas de troféus, mas Lewandowski é considerado favorito por muitos especialistas e quer fazer história.