Leverkusen demite técnico após levar seis do Borussia Dortmund

O Bayer Leverkusen anunciou a demissão do técnico Roger Schmidt, após a goleada sofrida para o Borussia Dortmund, por 6 a 2, no último sábado. A campanha irregular no Campeonato Alemão também pesou na decisão da diretoria do clube.

O treinador, de 49 anos, chegou ao time em 2014, após boa passagem pelo Red Bull Salzburg, da Áustria. Nas primeiras duas temporadas no Bayer, não conquistou títulos, mas conseguiu classificações para a Liga dos Campeões.

Na atual edição da competição europeia, passou às oitavas de final, mas acabou derrotado por 4 a 2 para o Atlético de Madrid na partida de ida. A volta acontece no dia 15 de março, e o Leverkusen precisa de um grande resultado na Espanha.

No Alemão, a equipe não se encontrou e, após 23 rodadas ocupa o modesto décimo lugar, com 30 pontos, distante da briga por vagas nas competições continentais da próxima temporada. Com isso, Schmidt não resistiu e acabou despedido.

“Foi uma decisão difícil, pois temos muito o que agradecer a Roger Schmidt. Ele nos classificou para a Liga dos Campeões e implementou sua filosofia nas nossas categorias de base com muito sucesso”, lamentou Michael Schade, dirigente do clube.

Agora, a equipe corre atrás de um novo nome para comandar a equipe na tentativa de reverter a desvantagem na Liga dos Campeões e para melhorar a campanha no Alemão. O Bayer já está fora da Copa da Alemanha.