Lesão de Hudson pode frear possível ida de André, do Fluminense, ao Botafogo; entenda

Luiza Sá e Sergio Santana
·1 minuto de leitura


Em busca de reforços para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, o planejamento do Botafogo no mercado de transferências pode ter sofrido um baque. André, volante do Fluminense, que está na pauta do Alvinegro, pode recuperar espaço junto ao treinador Roger Machado e isto, consequentemente, acabará freando uma possível ida ao Glorioso.

+ Ainda sem enviar proposta, Botafogo tem concorrência por Luís Oyama; staff do atleta gosta do clube

Na última segunda-feira, o Tricolor confirmou que Hudson sofreu uma lesão no joelho direito. O meio-campista ficará longe dos gramados por cerca de seis meses. André, que não vinha sido envolvido nos últimos jogos da equipe, foi relacionado para o jogo do Fluminense na Libertadores, diante do Junior Barranquilla-COL, na quinta-feira, como o LANCE! adiantou.

Sem Hudson, abriu-se uma "lacuna" no elenco do Fluminense que será "automaticamente" ocupada por André, mesmo que os atletas tenham características diferentes dentro de campo. Se antes o Botafogo estava em contato e chegou a sondar a situação do atleta em busca de um possível empréstimo, é possível que haja um novo capítulo nesta história.

Na última semana, o estafe de André dava como praticamente certo que o jogador seria emprestado para alguma outra equipe - fosse o Botafogo ou não. Sem espaço no Fluminense, os representantes do atleta e o próprio clube queriam que o atleta tivesse tempo de jogo na temporada.

Sem Hudson, porém, é possível que André volte ao "circuito" de Roger Machado. A prioridade do staff, claro, é que o meio-campista receba chances no clube das Laranjeiras. Ao Botafogo, o time pode perder um alvo que estava na lista para reforçar o setor de volância.