Lesão faz Serena Williams ir às lágrimas e abandonar Wimbledon

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Serena Williams, 39, abandonou seu jogo de estreia em Wimbledon nesta terça-feira (29), logo no começo do duelo contra a belarussa Aliaksandra Sasnovich.

A americana heptcampeã do Slam londrino, que entrou em quadra com uma proteção na coxa direita, liderava a parcial por 3 a 1 quando escorregou e sofreu uma queda. Após receber atendimento médico, tentou voltar e jogou até sofrer o empate em 3 a 3, mas não teve condições de continuar.

Vice-campeã nas duas últimas edições realizadas de Wimbledon (2018 e 2019), Serena era a sexta cabeça de chave e tentava novamente igualar o recorde de 24 títulos em torneios do Grand Slam da australiana Margaret Court.

Ela já havia anunciado que não participaria da Olimpíada de Tóquio e agora deve tentar se recuperar para disputar o US Open, a partir de 30 de agosto.

"Brutal para Serena Williams, mas a quadra central é extremamente escorregadia. Não é fácil se movimentar", escreveu Andy Murray no Twitter. O britânico estreou com vitória no mesmo local na segunda-feira, assim como o sérvio Novak Djokovic, que também escorreu algumas vezes durante a sua partida.

Outra desistência marcante do dia foi a de Adrian Mannarino, rival de Roger Federer na quadra central. O francês liderava por 2 sets a 1 e estava atrás na quarta parcial (4 a 2 para o suíço), quando escorregou ao levar um golpe no contrapé e machucou o joelho direito. Ele recebeu atendimento médico e tentou voltar para a partida, mas, sem condições, desistiu após Federer forçar o quinto set.

O tenista oito vezes campeão de Wimbledon, que atuou em nível abaixo do esperado na estreia, terá na segunda rodada um confronto contra outro francês, Richard Gasquet. O retrospecto é amplamente favorável ao suíço (18 a 2).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos