Lesão não é grave e Rodrigo Caio pode voltar já na semana que vem

O técnico Rogério Ceni recebeu uma boa notícia do departamento médico no fim da tarde desta quinta-feira. Logo após desembarcar no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, o zagueiro Rodrigo Caio partiu para uma clínica e foi submetido a um exame de ressonância magnética no joelho esquerdo, que não identificou nenhuma lesão grave.

O jogador de 23 anos apresentou apenas um pequeno edema na região do ligamento colateral medial e deve ficar à disposição já na semana que vem.

Considerado o melhor zagueiro da equipe, o camisa 3 se machucou logo no início da partida contra o ABC (1 a 1), na última quarta-feira, em Natal, pela Copa do Brasil, tendo que ser substituído aos 11 minutos por Lyanco, que foi elogiado por Ceni após o duelo.

Com o alívio de todos no Tricolor, o zagueiro seguirá a programação do departamento médico, iniciando o tratamento intensivo no Reffis do CCT da Barra Funda já na manhã desta sexta-feira em um trabalho com os fisioterapeutas em período integral até reunir condições de jogo novamente.

“Felizmente não foi nada grave com o Rodrigo, e esperamos que ele tenha uma boa evolução com melhora importante no quadro de dor que permita que ele fique à disposição já na próxima semana. Já nesta sexta-feira, no Reffis, ele começará o tratamento com os fisioterapeutas”, afirmou José Sanchez, médico do clube.

Suspenso pelo terceiro cartão amarelo no Campeonato Paulista, Rodrigo já não enfrentaria o Ituano neste sábado, às 16 horas (de Brasília), no Morumbi, pela nona rodada. Campeão olímpico no Rio 2016, ele será reavaliado no começo da próxima semana para saber se ficará à disposição de Rogério Ceni.