Leonardo DiCaprio volta a criticar Jair Bolsonaro em publicação sobre a Amazônia

·2 min de leitura
Actor Leonardo DiCaprio is pictured during a ceremony to be named a "United Nations Messenger of Peace" with a special focus on climate change at the United Nations headquarters in the Manhattan borough of New York September 20, 2014.    REUTERS/Carlo Allegri (UNITED STATES - Tags: ENTERTAINMENT TPX IMAGES OF THE DAY HEADSHOT PROFILE)
Leonardo DiCaprio REUTERS/Carlo Allegri (UNITED STATES - Tags: ENTERTAINMENT TPX IMAGES OF THE DAY HEADSHOT PROFILE)

Leonardo DiCaprio voltou a manifestar preocupação com a Amazônia nas redes sociais. Em publicação em sua conta no Instagram, o ator compartilhou um texto do jornal britânico The Guardian que faz críticas diretas ao governo brasileiro de Jair Bolsonaro quanto ao combate das queimadas na região.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

"Do The Guardian: O número de queimadas na Amazônia brasileira em julho subiu 28% em relação ao mesmo mês no ano passado, de acordo com dados da agência Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Dados preliminares indicam aumento de 7% em agosto. O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, está sob pressão internacional para inibir as queimadas, mas duvidou publicamente delas no passado, culpando oponentes e comunidades indígenas", escreve ele.

Leia também

"Os focos de incêndio do ano passado foram devastadores o suficiente, mas com o clima mais seco deste ano até agora (...), há preocupação de que o desmatamento no Brasil não esteja chamando atenção suficiente", complementou o ator, demonstrando preocupação. Em 2019, Bolsonaro acusou DiCaprio, sem provas, de financiar queimadas na Amazônia.

"Uma ONG contratou R$ 70 mil por uma fotografia de queimada. O que eles fizeram? 'Taca fogo no mato'. Tira foto, filma, manda para a ONG, ela entra em contato com o Leonardo DiCaprio e ele doa US$ 500 mil dólares para o pessoal que está tacando fogo. Leonardo DiCaprio, você tá colaborando com a queimada na Amazônia, assim não dá. Pisou na bola, pelo amor de Deus."", disse o presidente no Brasil.

Na época, o ator hollywoodiano evitou o combate. "Embora valha a pena apoiar, certamente não financiamos as organizações que estão atualmente sob ataque. O futuro desses ecossistemas insubstituíveis está em jogo e tenho orgulho de fazer parte dos grupos que os protegem", respondeu o astro de Hollywood em comunicado.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos