Leipzig anuncia técnico americano Jesse Marsch como substituto de Nagelsmann

·1 minuto de leitura
O treinador americano, Jesse Marsch em Munique, na Alemanha, em 25 de novembro de 2020

O alemão Leipzig oficializou nesta quinta-feira a chegada do técnico americano Jesse Marsch na próxima temporada para substituir Julian Nagelsmann, que assumirá o comando do Bayern de Munique.

"O treinador de 47 anos vem do FC Red Bull Salzburg e terá um contrato de duas temporadas até junho de 2023", anunciou o atual vice-campeão da Bundesliga em um comunicado.

"Com Jesse Marsch, conseguimos contratar o candidato que queríamos para o cargo de treinador principal e rapidamente assumimos a posição mais importante no campo esportivo com um técnico de alto nível", disse o presidente do clube, Oliver Mintzlaff.

O acordo entre Leipzig e Salzburg foi considerado uma mera formalidade dada a proximidade entre os dois clubes, que pertencem à enorme rede da marca de bebidas energéticas.

Para Jesse Marsch a mudança é um retorno às origens, já que trabalhou no Leipzig na temporada 2018-2019 como treinador adjunto dos 'Roten Bullen' (Touros Vermelhos), com os quais chegou à final da Copa da Alemanha e alcançou o terceiro lugar na Bundesliga.

Antes disso, o americano foi técnico do New York Red Bulls por três anos e meio, de 2015 a 2018. Na época, foi eleito o "técnico do ano" na Major League Soccer em 2015.

No entanto, Marsch provavelmente não virá para sua nova equipe de graça.

Segundo o jornal local Mitteldeutscher Zeitung, o Leipzig terá de pagar uma indenização de "sete dígitos" ao Salzburg.

Um montante que poderá ser assumido pelo Leipzig, especialmente após a transferência paga pelo Bayern de Munique, estimada em 25 milhões de euros, para contar com o técnico Julian Nagelsmann.

Marsch terá a difícil tarefa de fazer esquecer o prodígio de 33 anos que levou o Leipzig às semifinais da Liga dos Campeões.

dac/mat/iga/aam