'Leilão' de Sampaoli irrita Palmeiras, que promete buscar outro técnico se não fechar com ele neste sábado

Yahoo Esportes
Sampaoli pediu demissão do Santos na última quarta-feira (Ivan Storti/Santos)
Sampaoli pediu demissão do Santos na última quarta-feira (Ivan Storti/Santos)

“Dizem que o Sampaoli foi nesta sexta a Belo Horizonte para negociar com o Atlético-MG. E que também tem conversado com o Flamengo para o caso de Jorge Jesus não ficar”. A frase é de um dirigente do Palmeiras e revela o motivo da irritação do clube para com Jorge Sampaoli.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Na última quinta-feira, no encontro entre o argentino e o presidente Maurício Galiotte, ficou a impressão para todos no Palmeiras de que Sampaoli estava praticamente fechado e que a resposta positiva seria uma mera formalidade. Até jogador ele indicou: Jorge, com quem trabalhou no Santos.

Leia também:

Mas as notícias de mercado sobre o treinador irritaram a diretoria palmeirense, que promete buscar um outro comandante caso não se acerte com Sampaoli ainda neste sábado. “Pelo jeito, ele está buscando o maior valor possível, mas colocamos esse sábado como a data limite”, acrescenta o palmeirense.

A pedida de Sampaoli ao Verdão foi de € 4,5 milhões por temporada, com parte na CLT e o restante como direito de imagem. Ou seja, ele ganharia R$ 1,8 milhão por mês, mas o custo para o Palmeiras ficaria em quase R$ 2,3 milhões, já com os impostos. E ele ainda exigiu a contratação de outras seis pessoas para sua comissão técnica.

Galiotte ofereceu US$ 4 milhões (R$ 16,4 milhões) por temporada, brutos, e bônus que poderiam garantir mais R$ 500 mil (R$ 2 milhões) em caso de conquistas ao longo de cada ano de contrato. Desta maneira, o Palmeiras se dispôs a pagar quase R$ 1,4 milhão mensal, que aumentaria com possíveis títulos.

Plano B: Um dos nomes especulados na diretoria alviverde caso Sampaoli não responda até o fim do dia é Vanderlei Luxemburgo, que surpreendentemente deixou o Vasco nesta sexta-feira. Desde o início da semana, havia otimismo no Cruz-Maltino e com pessoas próximas a Luxa em relação à renovação. “Mas ele pediu demais e ficou inviável”, explicou um dirigente vascaíno.

Luxemburgo certamente seria muito mais barato que Sampaoli. No Vasco, por exemplo, ele ganhava R$ 300 mil mensais e pediu cerca de R$ 500 mil para ficar.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter |Flipboard |Facebook |Spotify |iTunes |Playerhunter

Leia também