Leila Pereira tenta reeleição no conselho do Palmeiras

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·2 minuto de leitura


A patrocinadora e conselheira Leila Pereira promoveu, na noite desta quinta-feira (12), um grande evento de lançamento da sua candidatura de reeleição para o Conselho Deliberativo do Palmeiras. Na sede social do clube, Leila recebeu muitos convidados, apresentou sua proposta aos associados, sorteou prêmios e falou sobre as pretensões políticas de sua candidatura.

– A Leila quer fazer história no Palmeiras, como cada um de vocês. Já vencemos todos os títulos nacionais. Vamos em busca do título das Américas. Essa é minha missão com vocês. Podem me cobrar. Meu DNA é o do Palmeiras, DNA de vencedor. E quando coloco algo na cabeça, eu consigo. Mas é com a ajuda de vocês. Vamos fazer uma era histórica, para que todos nós que vivemos nesse período sejam lembrados como as pessoas que fizeram a diferença – afirmou Leila Pereira.

O evento vem sendo divulgado há alguns dias e a promessa era de um grande encontro que promoveria o lançamento da campanha e celebraria o aniversário da comandante da Crefisa, que completou 56 anos nesta quarta-feira (11). O convite enviado aos associados incluiu até táxi gratuito.

Campanha Leila Pereira
Campanha Leila Pereira

Reprodução

Imagens gravadas durante uma fala de Leila Pereira mostram que o evento recebeu uma grande quantidade de associados do clube. Sem respeitar protocolos contra a COVID-19, o momento registrado foi motivo de polêmica nas redes sociais ao longo da noite de quinta-feira (12). Consultado pela reportagem, responsáveis pelo evento asseguraram que tudo foi planejado de acordo com as medidas necessárias.

Requisito para ser candidata à presidência

A eleição para o Conselho é uma fundamental etapa da corrida eleitoral no Palmeiras. Para ser candidato é preciso ter um mandato de conselheiro completo e estar presente no grupo quando as eleições ocorrerem. Ou seja, se não for eleita, Leila não poderá pleitear o comando do Palmeiras.

Em 2017, a presidente da Crefisa e da FAM foi eleita pela primeira vez ao cargo com 248 votos. Se reeleita, ela terá, de acordo com o estatuto do clube, direito a concorrer ao cargo de presidente. No clube, Leila Pereira desponta como uma força política nos bastidores do Verdão e provável candidata da situação.