Leila diz que liberaria Abel para a Seleção e elogia diretor do Palmeiras

A presidente Leila Pereira e o técnico Abel Ferreira (D), do Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco/SE Palmeiras)
A presidente Leila Pereira e o técnico Abel Ferreira (D), do Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco/SE Palmeiras)

A CBF ainda não definiu quem será o técnico da Seleção Brasileira após a Copa do Mundo do Qatar, mas a presidente do Palmeiras, Leila Pereira, deixou claro que se Abel Ferreira for escolhido ela vai liberar.

- Claro que eu liberaria. Vou responder porque sou extremamente direta: óbvio que eu liberaria. Acho que seria uma honra para qualquer profissional e até para o clube, servir o nosso país - disse Leila na zona mista após a vitória do clube alviverde sobre o Fortaleza, pelo Brasileirão.

Leia também:

Ainda assim, a comandante do futebol palmeirense deixou claro que o desejo principal é que o treinador português fique por muito tempo no Verdão.

- Na minha cabeça, eu pretendo contar não só com o Abel, mas com todos os profissionais que estão conosco, porque ninguém faz nada sozinho. A gente tem uma estrutura muito grande, com pessoas extremamente capacitadas, trabalhando juntas. Então, o meu trabalho é fazer com que toda essa equipe continue conosco pelo maior tempo possível. Vou lutar para isso. Você só consegue sucesso com pessoas capacitadas ao seu lado.

Entre essas pessoas que Leila Pereira deseja manter é o diretor de futebol Anderson Barros, que foi bastante elogiado pela mandatária do Verdão.

- Gostaria também de fazer agradecimento ao nosso diretor de futebol Anderson Barros, que é uma pessoa que me ajuda demais, pessoa equilibrada, discreta, extremamente competente, um lutador, que sempre pensa no que é melhor para a Sociedade Esportiva Palmeiras. O Anderson nunca aparece, nunca fala, mas ele age e muito bem. Estou muito feliz não só com ele, mas com todos os profissionais que estão conosco.

Contra o Fortaleza, o Verdão entrou em campo já tendo se sagrado campeão brasileiro, isso porque o Internacional havia sido derrotado pelo América-MG na parte da tarde. Após a partida, durante a comemoração da conquista, Leila se esbaldou na comemoração e fez um balanço da temporada.

- Tem que celebrar. Eu vivo o hoje, porque o futuro você não sabe o que pode acontecer. A gente trabalha sempre para ser vitorioso. E eu celebro muito porque é muito trabalho. Só eu sei o meu esforço, esforço de cada profissional. Então quando a gente consegue a conquista de um campeonato tão importante, tão difícil, a gente encerra um ano tão glorioso, a gente tem que comemorar. Na hora, a gente esquece que é presidente e tem que liberar geral. A gente tem que comemorar porque a gente merece.

O ano de 2022 foi o primeiro da gestão de Leila Pereira no comando da equipe palmeirense. Além do título brasileiro, o Palmeiras, nesta temporada, venceu o Campeonato Paulista, na categoria profissional. No sub-20, o time conquistou a inédita Copa São Paulo de Futebol Junior e o Brasileirão. Já no feminino, a equipe conquistou a Libertadores, na primeira vez que disputou a competição.