Leicester ainda não está livre do rebaixamento, diz técnico Shakespeare

Técnico do Leicester City, Craig Shakespeare, durante partida contra o West Ham em Londres 18/03/2017 REUTERS/Peter Nicholls

(Reuters) - O técnico do Leicester City, Craig Shakespeare, fez um apelo a seus jogadores para que não deixem se levar pela recente série de três vitórias seguidas que levou o time ao 15º lugar no Campeonato Inglês, seis pontos acima da zona de rebaixamento.

O time atual campeão inglês demitiu no mês passado o treinador que o levou ao título, Claudio Ranieri, após uma sequência de nove partidas sem vitórias que havia deixado o time apenas um ponto acima dos três últimos colocados.

Desde então o Leicester soma quatro vitórias consecutivas em todas as competições, se afastando do risco de degola e ainda por cima conseguindo uma vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões.

"Teremos muitas viradas e curvas pelo caminho e nós somos a prova disso", disse Shakespeare a repórteres nesta sexta-feira. "Quanto antes pudermos assegurar nossa salvação, melhor -- esse é o nosso principal objetivo. Temos dois jogos em casa e pode ser um longo caminho para garantir que estaremos salvos, mas também pode sair errado se não conseguirmos os resultados que queremos".

O Leicester terá o desfalque do capitão Wes Morgan, que também não jogou na vitória de 3 x 2 sobre o West Ham United, na partida de sábado, em casa, contra o nono colocado Stoke City, à medida que o zagueiro ainda se recupera de uma lesão nas costas.

Entretanto, o meio-campista Danny Drinkwater estará apto para jogar apesar de ter desfalcado a seleção da Inglaterra por conta de um problema no quadril. Drinkwater, de 27 anos, preferiu descansar para não agravar o problema.

(Reportagem de Shravanth Vijayakumar em Bengalore)