Leclerc lidera treinos livres na Espanha; Mercedes encontra o ritmo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Líder do campeonato mundial de Fórmula 1, Charles Leclerc, da Ferrari
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Alan Baldwin

BARCELONA (Reuters) - O líder do campeonato mundial de Fórmula 1, Charles Leclerc, da Ferrari, foi o mais rápido nos treinos livres para o Grande Prêmio da Espanha nesta sexta-feira, com George Russell e o heptacampeão mundial Lewis Hamilton em segundo e terceiro pela Mercedes.

A Ferrari apresentou atualizações para tentar diminuir a diferença de performance em relação aos rivais da Red Bull, que ganharam as duas últimas corridas com o atual campeão Max Verstappen, e elas parecem estar funcionando bem.

Leclerc fez o melhor tempo, com 1min19s670 com os pneus leves e mais rápidos no final da tarde; Russell ficou atrás por apenas 0s117, também com a composição mais leve, e Hamilton registrou tempo 0s204 maior.

A Mercedes, atual campeã mundial de fabricantes e que teve dificuldades para acertar o carro oscilante nas primeiras corridas da temporada, parece estar conseguindo progredir com a trepidação do carro em alta velocidade.

"O carro definitivamente está reagindo de maneira diferente, e temos limitações diferentes desta vez", disse Russell. "Nós definitivamente não temos trepidação na reta, mas estamos notando que acontece aqui e ali, nas curvas", acrescentou o piloto britânico.

O chefe da Red Bull, Christian Horner, disse que a Mercedes parece ter conseguido dominar suas questões.

"Eles tiveram um dia forte hoje, pelo que parece, então nós temos algumas coisas que precisamos arrumar", disse Horner ao canal Sky Sports.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos