Leclerc (Ferrari) conquista pole position do GP de Miami de Fórmula 1

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O piloto monegasco Charles Leclerc, líder do Mundial de Fórmula 1, conquistou neste sábado a 'pole position' do Grande Prêmio de Miami com o espanhol Carlos Sainz, seu companheiro de Ferrari, ocupando a segunda posição.

Na segunda fila vão largar os pilotos da Red Bull.

O holandês Max Verstappen, atual campeão mundial, vai largar do terceiro lugar seguido pelo mexicano Sergio 'Checo' Pérez, que havia sido o mais rápido nos últimos treinos livres deste sábado.

"Temos uma longa corrida pela frente e absolutamente tudo pode acontecer", disse Perez, que busca sua terceira vitória na carreira.

Leclerc, que tem 27 pontos de vantagem sobre Verstappen na classificação geral do campeonato, garantiu sua terceira pole position do ano na última volta da classificação no Miami International Autodrome (5,412 km).

"O último fim de semana não foi muito bom para mim (em Imola). Cometi um erro. Mas agora temos a pole position e temos que terminar o trabalho amanhã", disse Leclerc.

"Os Red Bulls são extremamente rápidos nas retas, mas somos rápidos nas curvas e será um desafio muito difícil amanhã. Estamos muito motivados porque há muitos fãs da Ferrari aqui", enfatizou.

O monegasco, que obteve duas vitórias (Bahrein e Austrália ) em quatro corridas este ano fez o tempo mais rápido com a marca de um minuto e 28,796 segundos, batendo Sainz por apenas dois décimos.

Verstappen vinha com o melhor tempo nos segundos finais da sessão, mas acabou cometendo um pequeno erro na última volta que lhe custou a pole position.

"No geral, estou bastante satisfeito com a classificação, já que fiz apenas quatro ou cinco voltas ontem", disse Verstappen. "Temos uma boa oportunidade amanhã. O carro está se comportando muito bem."

O holandês foi ultrapassado no último momento por Leclerc e pelo espanhol Sainz, que se recuperou de seu acidente de sexta-feira que o levou a deixar a segunda rodada de treinos livres.

"Não foi nada fácil recuperar a confiança num circuito tão difícil como este, que é novo", admitiu Sainz. "Amanhã vai ser um dia interessante, acho que podemos fazer um bom trabalho".

O espanhol de 27 anos largará da primeira fila de uma corrida pela segunda vez, em sua tentativa de conquistar sua primeira vitória na Fórmula 1.

A Ferrari recebeu assim uma injeção de otimismo para a corrida deste domingo depois de seu desempenho decepcionante no último Grande Prêmio da Emilia-Romagna no final de abril, onde Sainz abandonou e Leclerc caiu para o sexto lugar depois de sair da pista a dez voltas do fim.

- Altas temperaturas em Miami -

Atrás dos quatro primeiros estarão o finlandês Valtteri Bottas (Alfa Romeo), o britânico Lewis Hamilton (Mercedes) e o francês Pierre Gasly (AlphaTauri).

As dez primeiras posições do grid serão completadas pelo britânico Lando Norris (McLaren), o japonês Yuki Tsunoda (AlphaTauri) e o canadense Lance Stroll (Aston Martin).

O espanhol Fernando Alonso (Alpine), bicampeão mundial, largará da sexta fila, juntamente com o britânico George Russell (Mercedes), depois de ter ficado de fora da última parte da classificação.

O francês Esteban Ocon (Alpine), que bateu na última sessão de treinos do dia, não participou da classificação porque o chassi do seu carro não pôde ser consertado a tempo.

O piloto, que saiu ileso do acidente, está "fisicamente bem e participará da corrida" no domingo, declarou sua equipe.

A sessão de classificação começou em meio a um forte calor no circuito, com temperaturas superiores a 30 graus na arquibancada e 50 graus na pista, além de 80% de umidade.

O Grande Prêmio de Miami, uma das duas corridas do ano nos Estados Unidos, acontece em um circuito construído nos estacionamentos do Hard Rock Stadium, sede do Masters 1000 de tênis e casa do Miami Dolphins da NFL.

Cerca de 82 mil espectadores devem lotar as arquibancadas do circuito, onde já estiveram presentes personalidades como a ex-primeira-dama dos Estados Unidos Michelle Obama, que visitou a garagem da equipe Mercedes, e atores como Michael Douglas.

-- Grid de largada do GP de Miami de Fórmula 1:

1ª fila:

Charles Leclerc (MON/Ferrari)

Carlos Sainz (ESP/Ferrari)

2ª fila:

Max Verstappen (HOL/Red Bull)

Sergio Pérez (MEX/Red Bull)

3ª fila:

Valtteri Bottas (FIN/Alfa Romeo)

Lewis Hamilton (GBR/Mercedes)

4ª fila:

Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri)

Lando Norris (GBR/McLaren)

5ª fila:

Yuki Tsunoda (JPN/AlphaTauri)

Lance Stroll (CAN/Aston Martin)

6ª fila:

Fernando Alonso (ESP/Alpine)

George Russell (GBR/Mercedes)

7ª fila:

Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin)

Daniel Ricciardo (AUS/McLaren)

8ª fila:

Mick Schumacher (ALE/Haas)

Kevin Magnussen (DIN/Haas)

9ª fila:

Zhou Guanyu (CHN/Alfa Romeo)

Alexander Albon (THA/Williams)

10ª fila:

Nicholas Latifi (CAN/Williams)

Esteban Ocon (FRA/Alpine)

hdy/gbv/cl/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos