LeBron, Durant e Chris Paul estão entre 57 jogadores da NBA na pré-lista olímpica dos EUA

·2 minuto de leitura
Lebron James durante o All-Star Game no domingo em Atlanta

Os bicampeões olímpicos LeBron James, Kevin Durant e Chris Paul estão entre os 57 nomes da NBA que compõem a lista de pré-convocados da seleção masculina de basquete dos Estados Unidos para os Jogos de Tóquio.

A lista, divulgada nesta quinta-feira pela federação americana (USA Basketball), soma 15 jogadores a um grupo de 42 já anunciados que confirmaram interesse em competir em Tóquio por uma quarta medalha de ouro consecutiva para os Estados Unidos.

A escolha final dos 12 jogadores que farão parte da equipe será anunciada posteriormente.

LeBron James, que liderou o Los Angeles Lakers ao título na última temporada, e Chris Paul, armador veterano do Phoenix Suns, jogaram juntos na seleção dos EUA que conquistou o ouro em Pequim-2008 e Londres-2012.

'King James', que também fez parte do time que conquistou a medalha de bronze em Atenas-2004, poderia se igualar a Carmelo Anthony como o único jogador de basquete americano a ter sido quatro vezes olímpico.

Kevin Durant, por sua vez, fez parte dos times campeões em Londres-2012 e Rio de Janeiro-2016 e é um dos seis jogadores do Brooklyn Nets que aparecem na pré-seleção, ao lado de James Harden, Kyrie Irving, Blake Griffin, Joe Harris e DeAndre Jordan.

Outros grandes astros selecionados são Stephen Curry (Golden State Warriors), Anthony Davis (Lakers) e Kawhi Leonard (LA Clippers), enquanto os jovens mais proeminentes incluem Zion Williamson (New Orleans Pelicans), Trae Young (Atlanta Hawks) e Jayson Tatum (Boston Celtics).

"Com o adiamento das Olimpíadas de Tóquio de 2020 para 2021, é importante que permaneçamos flexíveis e consideremos todos os jogadores que podem contribuir com nossos esforços para apresentar a melhor seleção possível dos Estados Unidos", disse o diretor-geral da seleção nacional, Jerry Colangelo.

Devido ao calendário sobrecarregado desta temporada da NBA, muitas estrelas praticamente emendaram sua participação nos playoffs com sua presença nos Jogos.

As datas ainda são mais apertadas para as equipes que chegam às finais, que, caso a série chegue a sete jogos, terminam na véspera da cerimônia de abertura, em Tóquio, no dia 23 de julho.

"Ter um número maior de jogadores do que normalmente temos é fundamental, devido a todas as incertezas que enfrentamos sobre a disponibilidade", reconheceu Colangelo.

O técnico do San Antonio Spurs, o veterano Gregg Popovich, será responsável por dirigir a equipe olímpica com o apoio de Steve Kerr, técnico dos Warriors, e Lloyd Pierce, ex-treinador dos Hawks, entre outros assistentes.

js/gbv/ma/aam