Witzel explica continuidade do Carioca e diz que risco é dos atletas; Castán ironiza: 'Grande governador'


O governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel explicou a decisão de dar continuidade ao Campeonato Estadual, mesmo com portões fechados aos torcedores. Entretanto, entrou numa polêmica ao falar sobre o risco dos atletas.

Durante coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira para abordar a situação da pandemia do coronavírus na cidade do Rio de Janeiro, Witzel demonstrou um certo desprezo por parte do risco dos jogadores.

— O entendimento é que com portões fechados não há aglomeração. O contato é entre os jogadores, e aí o risco é deles — afirmou.

Através das redes sociais, o zagueiro Leandro Castán, capitão do Vasco, criticou a declaração do governador, ironizando o político eleito em 2018.

— Risco é nosso. Grande resposta, grande governador. Obrigado pelo respeito com os atletas! — ironizou.

A FERJ anunciou nesta sexta-feira que a rodada deste fim de semana da Taça Rio será realizada normalmente, porém, sem a presença de torcedores para evitar aglomerações.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também