Leal se destaca na conquista do Brasil na Liga das Nações de vôlei

·2 minuto de leitura


O jogador Yoandy Leal comemora sua primeira conquista da Liga das Nações de vôlei pela Seleção Brasileira. No último domingo, a equipe derrotou a Polônia na decisão por 3 sets a 1 (22/25, 25/23, 25/16 e 25/14), em Rimini, na Itália. Os atuais campeões olímpicos fizeram 15 jogos na fase de classificação e perderam apenas duas partidas. Na decisão, o cubano naturalizado brasileiro foi um dos destaques com 17 pontos anotados

O ponteiro Leal anotou 162 pontos no total nas partidas que disputou somando as fases de classificação e finais da Liga das Nações. Desses pontos, 11 foram de aces e 12 de bloqueio. Os números deram ao atleta o prêmio de melhor ponteiro do campeonato ao lado do polonês Michal Kubiak.

Na semifinal e na final contra França e Polônia, respectivamente, Leal foi o melhor atacante com 37 pontos ao todo.

- Muito feliz pela conquista. Conseguimos, além do título, apresentar um bom desempenho. Agora quero descansar um pouco e já voltar firme para a disputa de Tóquio 2020. Vamos em busca do bicampeonato - contou Leal.

O Brasil foi comandado pelo assistente Carlos Schwanke, já que o técnico Renan Dal Zotto ainda se recupera da Covid-19. O time não vencia a competição da World League, anteriormente chamada de Liga Mundial, desde 2010. Leal e equipe voltam para o Brasil na madrugada desta segunda-feira para preparação final antes da viagem a Tóquio.

- Os números de Leal em clubes são surpreendentes, comparados a craques do futebol como C. Ronaldo e Messi. E na seleção, o jogador já vai no mesmo caminho, com títulos expressivos e atuações de gala, como no pré-olímpico contra a Bulgária, e nas finais agora da Liga das Nações - disse Alessandro de Lima, manager do atleta.

Na temporada 2021, Yoandy Leal foi destaque do Lube Citivanova na conquista do scudetto da Superliga Italiana de Vôlei 2020/21. A partir de setembro, o jogador integrará o time do Modena, na Itália.

Somando apenas os resultados na Superliga Brasileira e na Superliga Italiana, duas das principais competições de clubes do mundo, em nove temporadas, os números de Leal são expressivos. Foram ao todo 25 títulos em 30 finais disputas pelas equipes do SADA Cruzeiro e Lube Civitanova.

Ou seja, Leal vence cinco de cada seis finais que disputa. O jogador ganhou também quatro Mundiais, seis Continentais, sete Superligas, cinco Copas Nacionais e três Supercopas Nacionais.

Leal se tornou o primeiro jogador a ganhar o Mundial por um time da América e por um da Europa. Além de ter sido o primeiro e único atleta do planeta a ser campeão do Sul-Americano, da Champions League e vencer quatro Mundiais de Clubes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos