Lavou a alma! Botafogo supera a chuva e vence o Resende de virada

Gabriel Grey
LANCE!
Bruno Nazário é uma das esperanças do Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Bruno Nazário é uma das esperanças do Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)


Debaixo de muita chuva, o Botafogo superou as dificuldades, garantiu uma vitória emocionante, de virada, na noite desta quinta-feira, no Estádio Nilton Santos, sobre o Resende por 2 a 1 e seguiu firme na luta pela classificação na Taça Guanabara. Bruno Nazário e Pedro Raul marcaram os gols do triunfo alvinegro. Geovani anotou para o Gigante do Vale.

Com o resultado, o Glorioso atingiu seis pontos no Grupo A da Taça Guanabara e ocupa a quarta posição. A equipe de Alberto Valentim volta aos gramados no clássico contra o Vasco, no próximo domingo, às 16h, em busca da terceira vitória seguida com o time titular no Nilton Santos.

Resende sai na frente
Botafogo e Resende iniciaram a partida se estudando muito e ficaram com o jogo muito preso no meio de campo. Bruno Nazário se destacava pelo lado Alvinegro organizando bem as jogadas e dando dinâmica para equipe, mas foi o Gigante do Vale que abriu o placar. Logo na primeira boa oportunidade, aos 25 minutos, Geovani recebeu de Caio Cézar, colocou na frente, driblou Marcelo Benevenuto e chutou no ângulo esquerdo de Gatito para marcar um golaço.

Chuva e paralisação
O Glorioso reagiu logo em seguida e saiu em busca do empate. Aos 27, Fernando cruzou para Pedro Raúl, que cabeceou no contrapé de Ranule, mas o goleiro conseguiu fazer a defesa. Aos 29 minutos, o árbitro Garazianni Maciel Rocha interrompeu o jogo por conta de uma forte chuva na região do Nilton Santos. Após 44 minutos de paralisação, as equipes voltaram ao gramado e, enfim, a partida seguiu. Com o gramado um pouco prejudicado, foram raras as chances de gol. Antes do fim do primeiro tempo, em uma disputa entre Bruno Nazário e Murilo Henrique, dentro da área, a bola encostou na mão do defensor do Resende. Os jogadores do Botafogo reclamaram muito de pênalti, mas o juiz nada marcou.

Empate do Glorioso
Com o gramado em melhores condições, a equipe de Alberto Valentim voltou mais ligada para segunda etapa e pressionava o Resende. Logo no primeiro minuto, Pedro Raul recebeu de Bruno Nazário e chutou forte, de perna esquerda, assustando o goleiro Ranule. A pressão continuou e deu resultado. Aos nove minutos, Luiz Fernando chegou na linha de fundo e cruzou para área. Bruno Nazário estava ligado, dominou e chutou para empatar a partida para o Botafogo.

Pênalti salva o Fogão
O Botafogo pressionou o Resende em busca da virada, mas esbarrava na falta de criatividade no meio-campo. No último lance da partida, aos 46 minutos, Bruno Nazário, melhor em campo, foi lançado e cruzou a bola na área. A redonda bateu na mão do volante Rezende e o árbitro, corretamente, marcou pênalti. O artilheiro Pedro Raul cobrou com categoria para garantir a virada emocionante do Botafogo.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 X 1 RESENDE
Local

: Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 30/1/2020 - 19h15
Árbitro: Garazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Andréa Izaura Maffra Marcelino de Sá e Thiago Rosa de Oliveira Esposito (RJ)
Gramado: Bom
Cartões amarelos: Alef Manga, Rezende, Eduardo (RES)
Cartão vermelho: -
Público e renda: 4.224 pagantes / 5.225 presentes / R$ 73.317,00
Gols: Geovani 25' 1ºT (0-1) / Bruno Nazário 9' 2ºT (1-1) / Pedro Raul 48' 2ºT (2-1)

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Fernando (Barrandeguy 16' 2ºT), Marcelo, Carli e Guilherme; Cícero, Thiaguinho (Rafael Navarro 35' 2ºT) e Bruno Nazário; Luiz Fernando, Pedro Raul e Luis Henrique (Rhuan 28' 2ºT) - Técnico: Alberto Valentim.

RESENDE: Ranule, Dieguinho, Eduardo Grasson, Murilo Henrique e Kevyn; Rezende, Vitinho, Zizu (Rhayne - intervalo) e Caio Cézar; Geovani (Wescley 13' 2ºT) e Alef Manga (Thauan 21' 2ºT) - Técnico: Edson Souza.

























Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também