Lateral que negou seleção brasileira é convocado pela Rússia

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O lateral-direito Mário Fernandes que em 2011 se recusou a defender a seleção brasileira após ser convocado por Mano Menezes para o Superclássico das Américas com a Argentina, foi chamado para jogar pela seleção da Rússia em dois amistosos preparatórios para a Copa das Confederações.

O nome dele apareceu na lista de 27 atletas divulgada pelo técnico Stanislav Cherchesov para os jogos contra a Costa do Marfim, em 24 de março, e contra a Bélgica, no dia 28.

Mário, que defende o CSKA Moscou (RUS), foi convocado como meio-campista. Será sua primeira aparição.

O brasileiro de 26 anos que teve passagens no Brasil por São Caetano e Grêmio, recebeu seu passaporte russo em julho do ano passado.

"Estou feliz e orgulhoso de ser russo. Após me mudar para o CSKA em 2012, a Rússia se tornou um verdadeiro lar para mim. Era um desejo natural obter a cidadania e poder jogar pela equipe nacional. Agora, vou fazer tudo o que depende de mim para ser útil para o clube e para o país", disse na ocasião.

Mário está no CSKA desde 2012 e já disputou 147 partidas com a camisa do clube. Ele tem dois gols.

Em 2011, por avaliar que não era o momento certo, o jogador optou por não integrar a seleção de Mano Menezes para o Superclássico das Américas.