Lateral do Manchester City Mendy é inocentado de seis acusações de estupro

Benjamin Mendy chega a Chester Crown Court para seu julgamento em Chester, Reino Unido

LONDRES (Reuters) - O lateral-esquerdo do Manchester City Benjamin Mendy foi considerado inocente de seis acusações de estupro e uma de agressão sexual nesta sexta-feira, enquanto o júri não conseguiu chegar a veredictos sobre uma acusação de estupro e outra de tentativa de estupro, informou a imprensa britânica nesta sexta-feira.

O julgamento ocorria no Chester Crown Court desde agosto, depois que 13 mulheres fizeram acusações contra Mendy e Louis Saha Matturie.

O City divulgou um comunicado dizendo que o clube havia recebido o veredicto.

"Dado que há assuntos em aberto relacionados a este caso, o clube não está em posição de comentar mais neste momento", disse o City em um comunicado.

A BBC relatou que Mendy cobriu o rosto com as duas mãos enquanto o júri repetia os veredictos de "inocente" das seis acusações.

Os veredictos foram entregues na quarta-feira, mas não puderam ser divulgados até que o júri terminasse de considerar as duas acusações restantes.

Mendy jogou pela última vez no City contra o Tottenham Hotspur em agosto de 2021 e foi suspenso pelo clube da Premier League no final daquele mês, quando foi preso.

O City comprou o defensor, que atuava no clube francês AS Monaco, em 2017, por uma quantia de cerca de 52 milhões de libras.