Lateral do Manchester City acusado de sete casos de estupro é transferido para prisão de segurança máxima

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Manchester City
    Manchester City
    Ao VivoHojeAmanhãx--|


Benjamin Mendy, lateral-esquerdo do Manchester City acusado de sete casos de estupro e de um abuso sexual, foi transferido para uma prisão de segurança máxima no último dia 23 de dezembro, segundo o "The Sun". A transferência ocorreu um dia após o conhecimento da 7ª acusação contra o atleta.

Além do ala canhoto dos Sky Blues, Louis Saha Matturie, tratado como cúmplice de Mendy e acusado por seis casos de estupro e um abuso sexual, também teve que ser transferido para a prisão de segurança máxima localizada em Manchester.

- Mendy e Matturie foram transferidos, pois seus casos são muito conhecidos. Isso pode levar a problemas de segurança e gestão dos prisioneiros e considerou-se que as condições da Categoria A seriam mais bem equipadas para lidar com quaisquer problemas potenciais - disse uma fonte ao "The Sun".

A previsão é de que a dupla seja julgada no próximo dia 24 de janeiro, mas o juiz Patrick Thompson acredita que o evento deverá ser prorrogado. O advogado de Benjamin Mendy alega que seu cliente é inocente e nega todas as acusações.

Em setembro de 2020, o lateral-esquerdo foi preso por conta das acusações de estupro e o Manchester City informou que o atleta estaria suspenso pelo clube enquanto tivesse pendências a serem resolvidas com a justiça.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos