Lateral do Corinthians é eleita a primeira Rainha da América

·1 min de leitura


Tradicional premiação desenvolvida pelo jornal El País, o 'Rei da América'' abriu espaço pela primeira vez para o futebol feminino, com troféu 'Rainha da América', que foi vencido pela lateral do Corinthians, Tamires.

Em votação feita por jornalistas, a corintiana desbancou a meia-atacante colombiana Catalina Usme, do América de Cali. A votação foi apertada, com 30 votos de Tamires contra 29 da concorrente. O pódio foi completado por outra jogadora do Timão, a atacante Gabi Zanotti.

Tamires foi capitã do Corinthians nas três conquistas da temporada, os campeonatos Paulista, Brasileiro e a Copa Libertadores. Além disso, a atleta esteve presente na delegação que representou o Brasil no torneio de futebol feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão. Além de destaque no Timão, a lateral tem mais de 100 jogos com a camisa da Seleção Brasileira.

Defendendo o Time do Povo desde 2019, a lateral tem 89 partidas com a camisa corintiana, 18 gols marcados e 15 assistências. A jogadora já passou pelo futebol da Dinamarca e Estados Unidos. No Brasil, além das Brabas, jogou pelo Juventus, Santos, Ferroviária, Atlético-MG e Centro Olímpico.

Há uma semana, Tamires renovou o seu contrato com o Corinthians para mais uma temporada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos