Larissa Oliveira sofre acidente e passa por cirurgia

A caminho da faculdade, sob forte chuva, uma árvore atingiu o carro da nadadora que teve uma lesão na coxa esquerda 

A nadadora do E.C. Pinheiros, Larissa Oliveira sofreu um acidente na noite da última quarta-feira, em São Paulo. À caminho da faculdade de Educação Física, o carro da atleta, que estava no volante, foi atingido por uma árvore. Ela estava na Marginal Pinheiros e, devido ao trânsito lento, não conseguiu desviar.

Uma perfuração na coxa direita de Larissa fez com que a atleta fosse submetida a uma cirurgia na madrugada e passa bem. A lesão não atingiu vasos, artérias ou ossos. Na coxa esquerda, a nadadora sofreu apenas um pequeno arranhão.

A assessoria do clube da nadadora afirmou que ela deve ficar fora das piscinas por 60 dias. Segundo a mãe da campeã mundial de Doha-2014, a atleta só está frustrada porque perderá o Troféu Maria Lenk, marcado para começo de maio. A família, juntamente com o médico, resolverá se o período de recuperação poderá ser em Juiz de Fora.

Oliveira participou da Rio-2016, disputando cinco provas. Contudo, não conseguiu chegar às finais em nenhuma. Seu melhor resultado foi o 11º lugar do nos revezamentos 4x100m e 4x200m livre. Larissa terminou em 13º nos 4x100m medley. Nas provas individuais, ela terminou em 21º nos 100m livre e em 35º nos 200m livre.

Em 2016, no Troféu Maria Lenk, ela bateu dois recordes sul-americanos: 100m livre(54s03) e 200m livre(1m57s37). No mundial de piscina curta, em Windsor (CAN), a nadadora integrou a equipe brasileira do revezamento 4x50m medley misto e levou a prata. O time contava com Nicholas Santos, Felipe Lima e Etiene Medeiros.








E MAIS: