Landim, Pato e Felipe Melo vão à cerimônia de posse de novo ministro


Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, e os jogadores Felipe Melo, do Palmeiras, e Alexandre Pato, do São Paulo, estiveram em Brasília para acompanhar a posse de Fábio Faria (deputado pelo PSD-RN) como novo ministro das comunicações do governo Bolsonaro.

Felipe Melo e Landim ocuparam cadeiras no palco montado para a cerimônia, ao lado do presidente. Já Alexandre Pato ficou na plateia, junto da família de Faria. O novo ministro é casado com a apresentadora Patrícia Abravanel, irmã de Rebeca, esposa do atacante são-paulino. As duas são filhas de Silvio Santos.

Felipe Melo e Landim em Brasília
Felipe Melo e Landim em Brasília
Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Felipe Melo e Landim, cada um em uma ponta - FOTO: Reprodução

- Quero cumprimentar Felipe Melo, que está ali. Jogador do Palmeiras que também está compondo a mesa. Está aqui também Alexandre Pato, e junto com ele também cumprimento todos os jogadores de futebol do Brasil. E, para completar, um flamenguista na mesa: presidente do Flamengo, Rodolfo Landim. Muito agradecido por sua presença - disse Fábio Faria, durante seu discurso.

- Lá na ponta esquerda, representante do Flamengo. Aqui na ponta direita o Felipe Melo, representando o nosso time (Palmeiras). Os dois juntam grandes torcidas para o bem da democracia deste país. Começo cumprimentando o povo que nos inspira pela democracia e pela liberdade. Não são as instituições que dizem o que o povo deve fazer, pelo contrário, o povo é que diz o que as instituições devem fazer - emendou Jair Bolsonaro.

Felipe Melo é apoiador de Jair Bolsonaro desde antes das eleições presidenciais de 2018 e mantém-se ao lado do presidente. Recentemente, trocou mensagens com Pato depois de o atacante se manifestar a favor do presidente no Twitter.

Já Landim tem estado próximo ao presidente durante a pandemia, trabalhando para que o futebol retorne o mais rápido possível. O Flamengo, aliás, já tem jogo marcado para quinta-feira, contra o Bangu, no Maracanã sem público, às 21h.






Leia também