Landim e Braz comentam acidente de Ramon, do Flamengo: 'Vamos prestar todo o apoio que ele necessitar'

·1 min de leitura


Durante a votação para presidente do Flamengo deste sábado, que reelegeu Rodolfo Landim, o lateral-esquerdo Ramon atropelou um ciclista, que morreu, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. Durante coletiva na Gávea, Marcos Braz revelou que conversou com o jogador e disse que, com as informações que conseguiu, Ramon prestou socorro, chamou a ambulância e depois se apresentou na delegacia.

> Hugo salva o Flamengo da derrota e mostra que é o futuro do time no gol

- Já conversei com o Ramon. Eu não tenho as informações ainda para poder passar para vocês ou saber se as informações são corretas. O que eu posso falar é que o atleta, dentro do possível, dentro de uma situação dessa, estava tranquilo, chateado, triste.

- Mas parece que ele parou, chamou a ambulância e o bombeiro, não sei quem chegou. Ele se apresentou a delegacia com o advogado. Dentro desse problema, parece que fez todos os procedimentos que qualquer outro cidadão de bem teria que fazer. Se tiverem lá, eu vou sair e ir direto para a delegacia.

Pelas informações que recebeu, Rodolfo Landim também falou sobre a atitude de Ramon a qual classificou como "exemplar". O presidente lamentou o ocorrido e garantiu que prestará todo o apoio necessário ao lateral.

- Estava ali no meio da contagem dos votos quando alguém chegou para mim e comentou isso. Claro que a gente fica muito triste com tudo isso. A gente não sabe nem em que condições isso aconteceu. Mas, pelas poucas informações que eu recebi, o atleta, que é exemplar, teve um comportamento, pelo que eu soube, exemplar em situações como essa. É óbvio que vamos prestar todo o apoio que ele necessitar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos