LaLiga estuda medidas legais em relação à calendário de jogos da Conmebol

·1 minuto de leitura
Casemiro, do Real Madrid e seleção brasileira

MADRI (Reuters) - A LaLiga está estudando levantar medidas legais cautelares para proteger seus clubes e jogadores contra a extensão do calendário de jogos da Conmebol para os países da América do Sul em setembro e outubro, informou a liga espanhola nesta quinta-feira.

No início de agosto, a Fifa anunciou que os jogos adiados em março deste ano seriam disputados no período das partidas internacionais.

Ao fazer isso, a entidade incluiu dois dias extras de liberação para os jogadores envolvidos, citando descanso e longos períodos de viagem na região, o que significa que a janela para os jogos das seleções vai até 10 de setembro --que a LaLiga e seus clubes rejeitam.

Barcelona, ​​Real Madrid, Atlético de Madrid e Sevilla devem disputar os jogos da liga 24 horas depois.

Um porta-voz de LaLiga disse que o processo judicial exato ainda está para ser determinado, mas a Corte Arbitral do Esporte (CAS) é um possível caminho.

A mudança ocorre um dia depois que o presidente da Fifa, Gianni Infantino, pediu às ligas espanholas e inglesas que "mostrem solidariedade" e "preservem e protejam a integridade esportiva", depois que os clubes de ambas disseram que não permitiriam que seus jogadores viajassem à América do Sul.

Descrevendo os dias extras de dispensa de jogadores como "uma jogada em claro prejuízo para a integridade da LaLiga e de sua competição", a liga espanhola disse que a decisão foi tomada após uma reunião com os 13 clubes afetados cujos jogadores foram convocados.

(Por Joseph Walker)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos