Laboratório faz recall de remédio para úlcera por possível contaminação de substância cancerígena

Yahoo Finanças

A Medley, unidade de negócios de genéricos do laboratório Sanofi, anunciou nesta segunda-feira (20) o recolhimento (recall) do medicamento Ranitidina, indicado para o tratamento de úlceras.

SIGA O YAHOO FINANÇAS NO INSTAGRAM

INSTALE O APP DO YAHOO FINANÇAS (ANDROID / iOS)

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A empresa investiga uma possível contaminação de uma impureza da nitrosamina chamada N-nitrosodimetilamina (NDMA), substância “classificada como possível causadora de câncer em humanos”, disse a empresa em nota.

Leia também

O recall atende a uma recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que, na semana passada, pediu que fabricantes adotem medidas para evitar a presença da substância em seus medicamentos.

Segundo a Medley, o recall é uma medida preventiva e vai atingir lotes nas dosagens de 150 mg e 300 mg. Ao todo, 50 lotes serão recolhidos. Outra empresa que realizou recall de Ranitidina foi a Aché Laboratórios Farmacêuticos, em dezembro do ano passado.

"As nitrosaminas são encontradas em alguns alimentos e suprimentos de água potável, mas as que são formadas em processos de síntese de ingredientes ativos usados na fabricação de fármacos são consideradas como impurezas. Por isso, sua presença em medicamentos é considerada inaceitável", disse a Anvisa em nota.

O órgão de defesa do consumidor Procon-SP, vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania de São Paulo, recomenda a quem adquiriu o lote do medicamento “a mantê-lo em sua embalagem original, bem como a não utilizá-lo”.

Quem possui uma caixa de Ranitidina da Medley em casa deve entrar em contato com o SAC da empresa pelo telefone 0800 729 8000, de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, para se informar sobre a devolução sem custos.

Anúncio do recall de Ranitidina da Medley
Anúncio do recall de Ranitidina da Medley

Leia também