La Liga e Ronaldo se pronunciam após caso de racismo envolvendo Vini Jr

Vini Jr é alvo de novas provocações na Espanha (Cesar Manso / AFP)


A La Liga apresentou denúncias após o novo caso de racismo sofrido por Vini Jr no jogo entre Real Madrid e Valladolid aos órgãos judiciais, administrativos e esportivos competentes. Uma denúncia criminal por crimes de ódio foi apresentada aos Juizados de Instrução de Valladolid, acompanhada das provas audiovisuais coletadas na investigação.

Nas redes sociais, Ronaldo "Fenômeno", proprietário do Valladolid, lamentou os novos insultos sofridos pelo jogador brasileiro e colocou seu clube a disposição das autoridades para deter os criminosos.

- Lamentável, repugnante, vergonhoso, inadmissível. Os racistas e xenófobos não nos representam. Vini Jr, todo meu apoio, respeito e carinho. O Valladolid está a disposição das autoridades para colaborar com a investigação para que os responsáveis sejam afastados do clube. Não vamos permitir insultos racistas na nossa entidade porque nossa torcida não é assim e essas pessoas não nos representam.

Após Vini Jr reclamar da falta de ações por parte da La Liga, a entidade afirmou que aumentará "o número de oficiais de integridade da LaLiga presentes em partidas com risco de insultos racistas, a fim de maximizar a detecção e identificação desse tipo de conduta que não cabe no esporte". Os sistemas de sons dos estádios e meios publicitários também contribuirão no combate ao racismo.