Líder do governo japonês fala em cancelar Jogos Olímpicos 'sem hesitação' se pandemia piorar

LANCE!
·1 minuto de leitura


Secretário-geral do Partido Liberal Democrático, que governa o Japão, Toshihiro Nikai afirmou nesta quinta-feira que o país não deve hesitar em cancelar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos deste ano em caso de agravamento da pandemia de Covid-19.

+ CONFIRA A TABELA DA COPA LIBERTADORES

- Precisamos tomar uma decisão dependendo da situação no momento. Temos que cancelar os Jogos sem hesitação se sua realização não for possível. Se as infecções se espalharem por causa da Olimpíada, eu não sei para que ela servirá - disse Nikai, que foi um dos principais aliados para a chegada de Yoshihide Suga à posição de primeiro ministro.

Apesar do tom cauteloso, ele não se mostrou totalmente pessimista e em alguns momentos repetiu o discurso dos políticos japoneses e dos Comitês Olímpico e Organizador de que, hoje, o evento sairá dentro do planejado.

- Definitivamente, queremos fazer (dos Jogos) um sucesso. Para isso, há vários problemas que precisam ser resolvidos. É importante resolvê-los um por um - completou.

O aumento de casos de infecção liga o alerta no país, e a possibilidade de realização dos Jogos sem a presença de público ainda é considerada pelos gestores do projeto olímpico.

- Organizaremos os Jogos de maneira realista. Pode ser que não tenhamos espectadores - disse Tato Kono, ministro responsável pela campanha de vacinação.