Líder do Brasileiro, Coudet pede demissão do Internacional

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - No mesmo dia em que o Flamengo demitiu o seu técnico, o líder Internacional viu o comandante da equipe pedir demissão. Insatisfeito com a diretoria colorada e após receber uma proposta do Celta de Vigo (ESP), o argentino Eduardo Coudet, 46, comunicou nesta segunda (9) seu desejo de deixar o time. A saída foi confirmada pelo presidente Marcelo Medeiros, em entrevista coletiva. "Infelizmente, o projeto Eduardo Coudet e sua comissão técnica terminou ontem [domingo] após o jogo contra o Coritiba, sendo a saída do treinador iniciativa única e exclusiva do Eduardo Coudet. Em nenhum momento pensamos ter outro treinador nesta temporada e na temporada que vem", afirmou o dirigente. Coudet deixa o Internacional em meio à disputa pelo título brasileiro, nas oitavas de final da Libertadores e nas quartas de final da Copa do Brasil. No Estadual, equipe ficou em terceiro lugar e viu o Grêmio sagrar-se campeão. Nos confrontos com o rival em 2020, o argentino não teve sucesso. Perdeu quatro jogos e empatou dois. Ao todo, ele esteve no comando do clube em 46 partidas oficiais. Foram 24 vitórias, 13 empates e 9 derrotas, um aproveitamento de 62% dos pontos disputados. Após empatar com o Coritiba no fim de semana, o time gaúcho voltará a campo na quarta-feira (11), quando enfrentará o América-MG pelo jogo de ida do mata-mata nacional.